Em crise, Barbarense encara a Portuguesa

A derrota por 1 a 0 diante para o Cene-MS, em Campo Grande, quarta-feira, pela Copa do Brasil, revoltou o diretor de Futebol do União Barbarense, Marcos Lucena, que resolveu abrir o verbo contra os jogadores. Para o cartola, "o elenco está acomodado e somente preocupado em receber os salários". Dinheiro é algo que anda faltando no União. Os salários do mês de janeiro ainda não foram pagos e devem sair somente na próxima semana. Sob este clima ruim, o União Barbarense enfrenta a Portuguesa neste sábado, em Santa Bárbara D?Oeste, pelo Campeonato Paulista. O técnico Sérgio Farias ainda não deve contar com o atacante argentino Benitez, que não está com sua situação regularizada. Estão confirmadas, porém, as voltas do zagueiro Marcone e do volante Felipe, que não atuaram em Campo Grande porque não estavam inscritos na Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.