Em crise, Barça decide manter técnico

O Barcelona enfrenta mais uma crise, após a eliminação na Copa do Rei, e ainda assim mantém o técnico Frank Rijkaard. A diretoria garantiu nesta sexta-feira que não é momento para mudanças, mas o ambiente está carregado. Ronaldinho Gaúcho, por exemplo, reclamou de ter sido substituído no empate de 1 a 1 com o Zaragoza, na quinta-feira, e o treinador resolveu ignorar o protesto. O teste para a popularidade do holandês e seus jogadores ocorrerá no domingo, quando o Barça (7º colocado do Campeonato Espanhol, com 31 pontos) recebe o Albacete (16º, com 22).A frustração dos catalães aumenta na mesma proporção em que o Real Madrid, seu maior rival, obtém sucesso. A equipe de Roberto Carlos e Ronaldo lidera a competição, com 46 pontos, e está na semifinal da Copa do Rei (enfrentará o Sevilla) - o outro duelo será entre Alavés e Zaragoza.Reação - A 22º rodada do Campeonato Espanhol será aberta neste sábado, com três equipes que também estão de cabeça quente, após a desclassificação na Copa do Rei. O vice-líder Valencia (44 pontos) visita o Málaga (26) e procurar esquecer a derrota para o Real Madrid (2 a 1), no meio da semana. O Atlético de Madrid, eliminado pelo Sevilla, joga em casa com o Osasuna (33), e procura aproximar-se dos líderes - está com 35 pontos e em 4º lugar. O Celta (21) saiu do torneio por causa do Alavés e visita o Bétis (26).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.