Em crise, Barça perde e fica perto da eliminação na Liga

A crise do Barcelona chegou a campo. Depois de uma semana conturbada após as declarações bombásticas do atacante Samuel Eto´o, a equipe catalã foi derrotada, de virada, pelo Liverpool por 2 a 1, nesta quarta-feira, em pleno Estádio Camp Nou, pelas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa. Os atuais ganhadores da competição precisam superar o adversário por 3 a 2 ou mais, na Inglaterra, no dia 6 de março, para não serem eliminados.Somando a isso, o Barça perdeu uma invencibilidade de 17 jogos como mandante na Liga - o último tropeço havia sido diante da Juventus (Itália) por 2 a 1, em 22 de abril de 2003, pelas quartas-de-final da temporada 2002/03. Porém, o espanhóis já tinham dado adeus à seqüência positiva ao serem derrotados pelo Chelsea por 1 a 0, em outubro passado, pela primeira fase do torneio.O clima conturbado no Camp Nou começou no confronto com o Racing Santander, há quase duas semanas, quando Eto´o negou-se a entrar em campo nos minutos finais na vitória por 2 a 0. O treinador Frank Rijkaard levou o fato à imprensa, o que deixou o camaronês irritado. O jogador africano acusou o chefe de ser "mau caráter", criticou o craque Ronaldinho Gaúcho e revelou que "há uma guerra interna no clube".Em represália, o atacante camaronês, que ficou parado por cinco meses devido a uma operação no joelho direito, não foi relacionado para a partida com o Valencia - derrota por 2 a 1, no último domingo, pelo Nacional - e para a partida desta quarta-feira. O jogador acompanhou o jogo das tribunas do Estádio Camp Nou.O jogoO Barcelona iniciou a partida disposto a esquecer a crise e saiu na frente logo aos 14 minutos da etapa inicial, quando o lateral italiano Zambrotta fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. O meia brasileiro naturalizado português Deco antecipou-se à zaga inglesa e completou de cabeça para o fundo das redes do goleiro espanhol Pepe Reina.Com a melhor campanha do Grupo C na fase classificatória (quatro vitórias, um empate e uma derrota), o Liverpool chegou ao empate, aos 43, após uma falha grotesca do camisa 1 do Barcelona, Victor Valdés. Depois de um longo lançamento, o atacante galês Craig Bellamy desviou de cabeça e o goleiro falhou no lance ao entrar com a bola no gol. Para não ter dúvida, o atacante holandês Dirk Kuyt ainda chutou para a meta após o arqueiro tentar enganar o juiz grego Kyros Vassaras ao empurrar a bola para fora.A vitória britânica saiu aos 29 minutos do segundo tempo. O meia Steven Gerrard lançou Kuyt, que aproveitou uma falha generalizada da zaga espanhola, dominou na área e chutou para a defesa parcial de Valdéz. Na sobra, o defensor norueguês John Arne Riise completou para garantir a virada para os visitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.