Luciano Belford/Divulgação
Luciano Belford/Divulgação

Em crise, Botafogo corre risco de perder o patrocinador master

Com receitas bloqueadas e muitas dívidas, clube ainda não garantiu a prorrogação do acordo com a marca que estampa a sua camisa

Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2014 | 18h33

Um dos motivos que levaram o time ao rebaixamento à Série B do Brasileirão, a crise financeira do Botafogo já ameaça a equipe para a próxima temporada. Não bastassem as receitas bloqueadas e as dívidas vencendo no fim deste ano, o clube carioca precisa também garantir um patrocínio master para 2015.

O contrato com a atual patrocinadora vence no fim de dezembro, e uma prorrogação do acordo não está garantida. A péssima campanha do time em 2014, quando foi eliminado precocemente em todas as competições que disputou, além de ter sido rebaixado no Brasileirão, prejudicam as negociações.

Outro problema enfrentado pela nova diretoria são dívidas de quase R$ 9 milhões que precisam ser pagas ainda este mês. Elas incluem duas parcelas do Refis - uma que deveria ter sido paga em novembro -, uma referente à Timemania e uma pendência de R$ 800 mil relativa ao caso Elkeson. O jogador foi negociado ao Guangzhou Evergrande, da China, em 2012, e o clube carioca foi intimado pela Fifa a pagar a quantia ao Vitória devido ao "mecanismo de solidariedade", já que o clube baiano foi o formador do atleta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogobrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.