Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

Em crise, Botafogo faz duelo direto contra o descenso

O Criciúma, que vinha de 10 jogos sem vitória, consegue pontuar nas últimas duas rodadas e tenta se recuperar no Brasileirão

Estadão Conteúdo

20 Setembro 2014 | 09h05

Em crise e na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Botafogo vai ter de se desdobrar para conseguir alguma coisa no jogo deste sábado, às 21 horas, contra o Criciúma, na casa do time catarinense, o estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela 23.ª rodada.

A situação do clube alvinegro ficou muito complicada após a derrota para o Bahia, no meio de semana, no Rio, por causa também de três expulsões de jogadores do clube: Ramirez, Emerson e Julio Cesar. Para piorar, o Criciúma é um adversário direto na luta contra o descenso e vai contar com o apoio de sua fanática torcida.

O atacante Emerson, o melhor do time no Brasileirão depois do goleiro Jefferson, deve ser punido com vários jogos de suspensão - em razão de suas ofensas à arbitragem contra o Bahia e ainda por ter criticado publicamente a CBF, corre o risco de pegar "um gancho" de até 18 jogos.

Outro que está a ponto de desfalcar o time no restante da competição é o volante Airton, que vai ser julgado na próxima quarta-feira e pode ficar fora da equipe por até 12 partidas - ele agrediu Alexandre Pato, em confronto contra o São Paulo, no último dia 10. Para enfrentar o Criciúma, porém, poderá jogar.

Mas Gabriel e Bolívar, que levaram o terceiro cartão amarelo contra os baianos, nem viajaram com a delegação. Esses e outros problemas atormentam o técnico Vagner Mancini, que pode ser demitido se o Botafogo perder novamente - vem de quatro derrotas seguidas no Brasileirão. Nesta sexta, o time já treinou em Santa Catarina.

CRICIÚMA

O time tricolor catarinense vem de empate com o Figueirense e ocupa a 19.ª e penúltima posição na tabela de classificação, com 22 pontos.

Apesar da posição desfavorável, o time conseguiu pontuar nas duas últimas partidas - venceu o Goiás antes. Isso após uma sequência de 10 jogos sem vencer. "Procuro sempre buscar o ponto de equilíbrio da equipe, mantendo a postura dos últimos jogos com algumas variações", respondeu o técnico Gilmar Dal Pozzo quando questionado sobre possíveis alterações diante do Botafogo, que jogará com desfalques.

Quem retorna no jogo é o lateral-direito Luis Felipe, que marcou o gol contra o Goiás na rodada retrasada e foi suspenso com terceiro cartão amarelo na comemoração. As dúvidas são o atacante Silvinho e o lateral-esquerdo Giovanni, que estão com problemas de condicionamento físico.

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão Botafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.