Paraná FC/Site Oficial
Paraná FC/Site Oficial

Em crise financeira, Paraná demite quatro profissionais da comissão técnica

Na lanterna do Campeonato Brasileiro, o Paraná tem apenas 16 pontos conquistados

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 14h38

Depois de demitir o executivo de futebol Rodrigo Pastana, o Paraná anunciou nesta terça-feira a dispensa de mais quatro membros da comissão técnica. O principal é o auxiliar Ademir Fesan, que comandou o elenco como interino em alguns períodos, e esteve no banco de reservas na derrota por 2 a 0 para o Grêmio. De acordo com o time paranaense, as saídas são por motivos financeiros, para acertar o caixa.

Além dele, o auxiliar de preparador de goleiro Felipe Jorge, o preparador físico Gustavo Araújo e o fisioterapeuta Alexandre Leite também deixaram o clube. "Os que saíram não foi por culpa deles, mas precisamos criar uma situação financeira dentro do clube", justificou o presidente Leonardo Oliveira, em entrevista coletiva.

O Paraná garante que mesmo com as saídas não vão deixar o clube defasado no departamento de futebol. Rodrigo Rezende, que até então era auxiliar, assume como preparador físico, e a área de fisioterapia serão mantidos outros dois profissionais. Luciano Gusso fica como único auxiliar do técnico Claudinei Oliveira.

O presidente também falou sobre a continuidade do treinador: "Tudo vai depender dos objetivos do ano, tanto dele, quanto nosso. Várias questões precisam ser discutidas, mas é óbvio que quando você traz um treinador, nunca pensa em mandar ele embora. O futuro dirá se será possível".

Na lanterna do Campeonato Brasileiro, o Paraná tem apenas 16 pontos conquistados e aparece isolado na última posição e sem muita esperança de recuperação. A Chapecoense, primeiro time fora da zona de rebaixamento, tem 28. No próximo domingo o Paraná faz o clássico com o Atlético, na Arena da Baixada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.