Stefano Rellandini/REuters
Stefano Rellandini/REuters

Em crise financeira, Parma perde mais dois pontos no Italiano

Rivais até montaram um fundo para ajudar o clube parmegiano

Estadão Conteúdo

13 Março 2015 | 15h09

A Federação Italiana de Futebol anunciou, nesta sexta-feira, mais uma punição esportiva ao Parma pelo atraso de salários. O clube parmegiano perdeu outros dois pontos no Campeonato Italiano, no qual já é o lanterna, sem nenhuma perspectiva de fugir do rebaixamento. Em dezembro, o time já havia perdido um ponto.

A punição desta vez é dobrada em relação àquela do ano passado. Na ocasião, o presidente Tommaso Ghirardi e o executivo do clube, Pietro Leonardi, foram suspensos por dois meses de atividades ligadas ao futebol. Os dois, que deixaram os cargos, agora receberam punição de quatro meses.

Na semana passada, os demais clubes da primeira divisão da Itália acertaram a montagem de um fundo de emergência, com 5 milhões de euros, para pagar parte dos salários atrasados. Só depois disso os jogadores aceitaram voltar a jogar depois de uma rápida greve.

A crise é tão grande que o Parma chegou a ter um jogo adiado porque o clube não tinha dinheiro para pagar pela iluminação do seu estádio. O Parma já foi vendido duas vezes só este ano e deve declarar falência no próximo dia 19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.