Em crise, Fluminense tenta eliminar o desconhecido Adesg

Em crise e com técnico interino, o Fluminense estréia nesta quarta-feira na Copa do Brasil contra o Adesg, em Rio Branco, no Acre, às 23 horas (de Brasília). Vinícius Eutrópio, que ocupa a vaga do demitido Paulo Cesar Gusmão, decidiu fazer duas alterações na equipe, com a entrada do lateral-esquerdo Ivan e do volante Fabinho nos lugares de Júnior César e Thiago Neves, respectivamente.Eutrópio escalou o time no 4-4-2, esquema que o Fluminense vinha utilizando até o jogo com o América, sábado, pelo Campeonato Carioca. Na oportunidade, Gusmão adotou o 3-5-2 e o Flu foi derrotado por 2 a 0. ?Uma vitória logo no primeiro jogo e, se possível, por diferença de dois gols, devolveria a tranqüilidade ao time?, disse Eutrópio. Se o Flu vencer por essa diferença mínima de gols, eliminará o jogo de volta contra o Adesg - a principal meta da equipe acreana é justamente ter a oportunidade de jogar no Maracanã.Para o meia Carlos Alberto, líder do time e um dos mais críticos com relação às últimas atuações do time, o Fluminense precisa jogar com amor à camisa para voltar a vencer e a disputar títulos. ?Temos uma ótima equipe, a diretoria contratou vários reforços e é hora de dar a resposta em campo?, afirmou o jogador, que espera uma vitória para reduzir a tensão da torcida com o mau desempenho do time, já sem chances de título na Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual do Rio).Ficha técnica:Adesg x FluminenseAdesg - Marlon; Léo, Adriano e Aguinaldo; Piu, Japão, Bigal, Samuel e Fernando; Juninho e Zico. Técnico: José Lopes Risada.Fluminense - Ricardo Berna; Carlinhos, Thiago Silva, Roger e Ivan; Fabinho, Arouca, Cícero e Carlos Alberto; Alex Silva e Soares. Técnico: Vinícius Eutrópio.Árbitro - Washington José Alves de Souza (AM). Horário - 23 horas (de Brasília). Local - Estádio Arena da Floresta (em Rio Branco).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.