Em crise, ídolos do futebol viram alvo de times pequenos

Eles já provocaram medo em muitos adversários, chegaram a estar no topo do futebol mundial e despertaram o interesse milionário de grandes clubes. De unanimidade, jogadores como Ronaldo, Figo e Beckham passaram a ser criticados em seus times e encontram dificuldades para conseguir jogar. Os problemas de Ronaldo no Real Madrid agitaram a imprensa européia nesta semana. Outrora nome certo na escalação, o atacante, de 30 anos, se envolveu numa polêmica com o técnico o italiano Fábio Capello, que não o quer mais atuando pelo clube. Ronaldo, que precisou de várias semanas para entrar em forma, pode acabar no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, que está disposto a pagar 20 milhões de euros ao Real. Clubes importantes, como os italianos Inter e Milan, também manifestaram interesse. Mas, não querem pagar "cifras astronômicas". Caso acerte a transferência, Ronaldo terá como companheiro, pela terceira vez na carreira, o português Luis Figo, eleito o melhor do mundo em 2001. Ex-Real Madrid e atualmente na Inter, o meia-atacante, de 34 anos, receberá 4,5 milhões de euros para atuar no clube árabe a partir de julho. Quem também agitou o mercado do futebol foi David Beckham, de 31 anos. Pouco utilizado no Real, que não renovou o seu contrato, o destino do inglês a partir de junho será o Los Angeles, dos Estados Unidos. Sem espaço na seleção Não é só nos clubes que os três jogadores perderam espaço. Após a Copa do Mundo, Ronaldo e Beckham foram barrados em suas seleções, que ganharam novos treinadores para promoverem uma reformulação, que busca encontrar jogadores sem "vícios". Por sua vez, Figo se aposentou após o Mundial. Técnico da Inglaterra, Steve McClaren revelou pouco depois de assumir que não pretendia mais contar com Beckham, apesar do pedido dos torcedores. Já Dunga ainda não descartou Ronaldo, mas espera que ele consiga manter uma seqüência de partidas para recuperar o ritmo. Sempre sob a luz dos holofotes Se no campo eles não estão bem, fora dele agitam a vida da imprensa sensacionalista. Beckham, casado com a ex-Spice Girl Victoria, é o mais badalado de todos. Cercado de empresários e publicitários, tudo o que o inglês faz vira notícia em todos os cantos do mundo. Para se ter uma idéia do poder que o nome do astro inglês tem sobre seus fãs, no ano passado, uma simples carta escrita por ele, quando estava na adolescência, chegou a ser leiloada por quase dois mil euros. Isso sem falar dos modernos cortes de cabelo, imitado por muitos torcedores. Ronaldo também faz sucesso, principalmente pelo número de namoradas. O "caso" mais famoso do jogador foi com a apresentadora Daniela Cicarelli. Os dois chegaram a se casar num castelo. Mas, a união durou cerca de três meses. Atualmente, Ronaldo "paquera" a dentista Érika Abreu. O mais "pacato" de todos é Figo, casado com a modelo sueca Helen Svedin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.