Em crise, Linense demite o treinador Roberto Fonseca

Sem todo o elenco à disposição, técnico sofre três derrotas em três jogos

Agência Estado

12 de março de 2014 | 21h54

CAMPINAS - A diretoria do Linense decidiu trocar de técnico mais uma vez. Após reunião na noite desta quarta-feira, Roberto Fonseca e diretoria entraram em um acordo e o treinador deixou o clube de Lins (SP). Ele foi contratado para substituir Bruno Quadros e deixa a cidade com o time na zona de rebaixamento do Campeonato Paulista.

Sofrendo de desfalques por lesões e suspensões, Roberto Fonseca não teve em nenhuma partida todo o elenco à disposição. Para piorar, recebeu o time em um momento ruim, em que o trabalho não pode ser implementado. Com isso, foram três jogos e três derrotas, que derrubaram o Linense para a zona de rebaixamento, na 17.ª posição, com 10 pontos. O último tropeço aconteceu diante do XV de Piracicaba por 2 a 0, na última terça, em Piracicaba (SP).

Apesar do grande risco de rebaixamento, o Linense ainda segue com grandes chances de escapar. O time de Lins está a apenas um ponto do Comercial, primeiro fora da zona de degola. Para escapar, precisará vencer os seus dois próximos jogos, contra Botafogo e Audax, e ainda torcer por deslizes do rival de Ribeirão Preto (SP).

A diretoria do Linense espera anunciar o próximo técnico nos próximos dias, para que ele já possa estar no banco de reservas na partida contra o Botafogo, neste sábado. Os nomes de Ivan Baitello, ex-Oeste e Atlético Sorocaba, e Giba, ex-Paulista, são os mais comentados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.