Em crise, Paraná demite treinador

A diretoria do Paraná Clube anunciou na manhã desta terça-feira a demissão do técnico Paulo Campos. O técnico não resistiu à pressão pela má campanha do time no Campeonato Brasileiro, onde ocupa apenas a 17ª colocação, com 13 pontos ganhos, e teve o contrato rescindido. A última vitória da equipe paranaense se deu no dia 8 de maio. Desde então, foram 4 empates e duas derrotas. A diretoria tenta agora definir onome do substituto e a primeira tentativa é com Gilson Kleina, ex-treinador do Criciúma (SC). Na próxima rodada do campeonato, o Paraná enfrenta o Palmeiras (3º colocado) no Pinheirão, em Curitiba.Paulo Campos é o 12º treinador a perder o emprego no Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.