Yann Coatsaliou/AFP
Yann Coatsaliou/AFP

Em crise sem fim, Monaco é goleado em casa e segue na zona da degola na França

Com o tropeço para o Strasbourg, time de Thierry Henry se mantém na 19.ª e penúltima colocação, com apenas 15 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

19 Janeiro 2019 | 22h37

O Monaco está cada vez mais em situação complicada no Campeonato Francês. Em uma temporada em que nada parece dar certo, nem mesmo com a contratação do ex-atacante Thierry Henry como treinador, o time do Principado de Mônaco deu vexame neste sábado ao ser goleado pelo Strasbourg por 5 a 1, em pleno estádio Louis II, em Montecarlo, pela 21.ª rodada do Campeonato Francês.

Com a derrota, o Monaco se mantém na 19.ª e penúltima colocação, com apenas 15 pontos. O Amiens, primeiro time fora da zona do rebaixamento, soma 18. Já o Strasbourg faz boa campanha e assumiu a quinta posição, com 32.

O Monaco fez quatro contratações neste mês de janeiro para a sequência da temporada. Três deles foram titulares: Naldo, Ballo Touré e Fàbregas. Só que logo aos sete minutos de jogo, o experiente zagueiro brasileiro fez falta na entrada da área e acabou levando cartão vermelho do árbitro, que consultou o VAR (árbitro de vídeo, na sigla em inglês) antes de penalizar o jogador.

Com um a menos e toda uma partida a disputar, o Monaco não aguentou a pressão do Strasbourg. Aos 12 minutos, a equipe visitante abriu o placar com Ajorque, de cabeça. O segundo não demorou a sair. Cinco minutos depois, Fofana mandou na área e Thomasson marcou. Os monegascos logo ensaiaram uma reação com o atacante colombiano Falcao García.

No entanto, no segundo tempo, tudo deu errado para o Monaco. Aos 18 minutos, o Strasbourg fez o terceiro com Sissoko, em um lindo chute de fora da área. O gol desanimou totalmente os mandantes e a goleada saiu com Ajorque, de novo, e Fofana.

Também neste sábado, o Toulouse derrotou o Nîmes por 1 a 0, fora de casa, e Reims e Nice ficaram no empate por 1 a 1.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.