Em Curitiba, Atlético-PR e Santos empatam por 1 a 1

Em um jogo bastante movimentado, Atlético Paranaense e Santos empataram por 1 a 1, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um resultado melhor para o time paulista por ter jogado a maior parte do segundo tempo com um jogador a menos, após a expulsão de Robson. O Santos passa a somar 42 pontos, enquanto o Atlético vai a 40, ambos ainda buscando ao menos uma vaga para a Copa Sul-Americana.

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

28 de outubro de 2009 | 21h39

O frio da noite curitibana não deixou os jogadores parados em campo. Desde o início prevaleceu a movimentação, com a bola correndo por todos os lados, pois os dois times tentavam encontrar espaço. Na base do toque, o Santos tinha mais presença e tentava sufocar o time da casa.

No entanto, as chances criadas não foram convertidas em gols. Na mais clara, aos 15 minutos, o atacante Jean entrou livre na área, mas, ao tentar tirar do goleiro Galatto, tocou a bola para fora. Quatro minutos depois, Paulo Henrique Lima, também livre, mandou por cima da trave.

O Atlético aceitou o sufoco santista, apesar dos gestos do técnico Antônio Lopes para que os jogadores se adiantassem. "Deu um apagão, o time está muito atrás", reconheceu Valencia, no intervalo. No primeiro tempo, a melhor oportunidade atleticana foi em falta cobrada por Paulo Baier, que exigiu grande defesa de Felipe.

O Santos voltou com disposição para a segunda etapa e conseguiu um pênalti logo aos 4 minutos, que foi bem cobrado por Kléber Pereira. Mas, três minutos depois, Bruno Costa aproveitou vacilo de Felipe em cobrança de escanteio e empatou.

O jogo ficou mais vibrante, tanto que, em jogada mais brusca, Robson foi expulso aos 14 minutos. No grito da torcida, foi a vez de o Atlético partir para cima e quase virar o placar com Rodrigo Tiuí, aos 21 minutos, mas Adailton salvou.

Apesar de estar com um jogador a menos, o Santos não desistiu de buscar a vitória. Os lances de ataque e oportunidades de gol foram criadas em ambos os lados. No final, sentindo a pressão, o técnico Wanderley Luxemburgo tirou Kléber Pereira para a entrada do volante Rodrigo Mancha para garantir o empate.

Ficha técnica

Atlético-PR 1 x 1 Santos

Atlético-PR - Galatto; Nei, Manoel, Ronaldo e Bruno Costa; Valencia, Rafael Miranda (Netinho), Paulo Baier e Marcinho; Patrick (Alex Mineiro) e Wallyson (Rodrigo Tiuí). Técnico: Antônio Lopes.

Santos - Felipe; Pará, Astorga, Adailton e Triguinho; Germano, Rodrigo Souto, Felipe Azevedo (Robson) e Paulo Henrique Lima; Jean (Madson) e Kléber Pereira (Rodrigo Mancha). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Gols - Kléber Pereira (pênalti), aos 4, e Bruno Costa, aos 7 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Valencia e Ronaldo (Atlético-PR); Paulo Henrique Lima, Kléber Pereira e Germano (Santos).

Cartão vermelho - Robson (Santos).

Árbitro - Francisco Almeida Filho (CE).

Renda - R$ 359.130,00.

Público - 17.930 pagantes.

Local - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.