Laurent Gillieron/EFE
Laurent Gillieron/EFE

Em Davos, Dilma convida todos para ir ao Brasil na Copa do Mundo

No discurso, Dilma também garantiu que o Brasil está "preparado" para sediar o evento

Carla Araújo e Gabriela Lara, Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 13h41

DAVOS - A presidente Dilma Rousseff convidou os participantes do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, a visitarem o Brasil na Copa do Mundo, entre junho e julho deste ano, e nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. "Estamos de braços abertos", avisou ela, nesta sexta-feira, no encerramento de seu discurso no evento.

"Convido a todos vocês para que venham ao Brasil na Copa e na Olimpíada. Estamos de braços abertos, de Norte a Sul e de Leste a Oeste do meu país, para receber todos os visitantes", afirmou Dilma, que vem afirmando seguidamente que o Brasil vai realizar "a Copa das Copas".

No discurso em Davos, Dilma também garantiu que o Brasil está "preparado" para sediar a Copa do Mundo. Segundo ela, muitos investimentos em infraestrutura estão sendo feitos para viabilizar a realização da competição, mas principalmente para "atender as necessidades do Brasil".

A presidente ainda comentou que, além de amar o futebol, o Brasil entende o esporte como uma forma importante de afirmação da paz e da luta contra diferentes tipos de preconceito.

Antes da viagem a Davos, Dilma passou na quinta-feira em Zurique, também na Suíça, para um encontro com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. E aproveitou a conversa com o dirigente para aparar as arestas com entidade, mostrando união e confiança na organização da Copa do Mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.