Em dia de punição, Atlético de Madrid atropela Rayo e avança na Copa do Rei

O dia foi bastante conturbado no Atlético de Madrid, mas ao menos a torcida pôde comemorar a classificação para as quartas de final da Copa do Rei. Nesta quinta-feira equipe não teve maiores dificuldades para vencer o jogo de volta diante do Rayo Vallecano por 3 a 0, diante de sua torcida, e se garantiu na próxima fase do torneio.

Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2016 | 19h49

Apesar do triunfo, a quinta deixou o torcedor do Atlético apreensivo. Isto porque o clube e seu rival Real Madrid foram punidos pela Fifa e impedidos de contratar reforços nas próximas duas janelas. A entidade entendeu que os times quebraram as regras de contratação de menores e por isso aplicou a sanção.

Mas o Atlético não deixou que esta questão o afetasse em campo e tratou de confirmar a classificação. Depois de empatar por 1 a 1 na casa do Rayo, a equipe saiu na frente nesta quinta-feira aos 39 minutos, quando Ángel Correa recebeu na entrada da área, dominou e encheu o pé no ângulo esquerdo do goleiro.

No segundo tempo, o Rayo foi para cima, mas deixou o espaço que o Atlético precisava para matar o jogo. Aos 34 minutos, após escanteio da esquerda, Griezmann foi esperto e emendou uma meia-bicicleta para fazer o segundo. Ele mesmo selou o placar nos acréscimos, quando recebeu lançamento e passou pelo goleiro antes de marcar.

VALENCIA AVANÇA - Quem também garantiu vaga às quartas de final da Copa do Rei nesta quinta-feira foi o Valencia. Assim como o Atlético, a equipe do técnico Gary Neville venceu por 3 a 0 e passou para a próxima fase do torneio. Pior para o Granada, que perdeu em casa e foi eliminado.

O Valencia já havia colocado um pé nas quartas de final na primeira partida, que goleou por 4 a 0. Nesta quinta, mesmo sem fazer muito esforço, atropelou o adversário. Zahibo abriu o placar no fim do primeiro tempo. Alcácer, aos 17, e Piatti, de pênalti, aos 38 minutos do segundo tempo, completaram o resultado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.