Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Em dois anos Muralha vai da A-2 do Paulista à seleção brasileira

Em 2014, goleiro defendia o Mirassol

Ciro Campos, enviado especial a Natal, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2016 | 08h00

O goleiro Alex Muralha, da seleção brasileira, desfruta pela primeira vez da honra de fazer parte da equipe pentacampeã do mundo. O jogador do Flamengo, novidade na lista do técnico Tite, exaltou que em dois anos a sua carreira mudou completamente, já que em 2014 estava no Mirassol na disputa do Campeonato Paulista da Série A2 para depois, no último mês, ser convocado para defender o Brasil nas Eliminatórias.

Nesta segunda-feira, no primeiro treino em Natal para o jogo com a Bolívia, na quinta, o jogador teve uma prova da mudança de realidade. O nome dele foi um dos mais gritados pelos 10 mil torcedores presentes na Arena das Dunas. "O Flamengo me proporcionou isso. Isso faz com que a gente fique mais confiante para fazer um bom trabalho na seleção. Quero aproveitar essa oportunidade. É como dizem: o cavalo passa selado na sua frente uma vez só. Tenho que montar nele", disse.

Nascido na mesma cidade de Pelé, Três Corações (MG), só em meados de 2014 o goleiro teve a oportunidade de atuar em grandes campeonato. O Figueirense apostou nele e o alçou ao Flamengo, onde chegou no começo desta temporada para disputar posição com Paulo Victor. Alex Muralha tem sido o titular do time vice-líder do Brasileiro e ficou feliz com a convocação, mesmo que seja como terceiro goleiro, atrás de Alisson e Weverton na preferência.

"Minha vida mudou muito rápido. O futebol te dá a oportunidade das coisas mudares da noite para o dia. É uma novidade muito grande para mim. O Figueirense me ajudou bastante, e o Flamengo foi uma vitrine para o meu futebol", disse. O goleiro manifestou alegria pela oportunidade de trabalhar com um ídolo da infância, Taffarel, que é o preparador da seleção brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.