Em duelo de Atléticos, Mineiro derrota Paranaense

O Atlético-MG começou a se redimir com sua torcida neste sábado. Após a eliminação da Copa do Brasil e a derrota na final no Estadual para o maior rival, o time de Dorival Júnior garantiu os primeiros três pontos no Campeonato Brasileiro ao estrear com vitória por 3 a 0 em cima do Atlético-PR na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

MARCELO PORTELA, Agência Estado

21 de maio de 2011 | 21h06

Embalada pela torcida, a equipe mineira pressionou o adversário desde o início e Toró conseguiu abrir o placar aos cinco minutos. Além da velocidade, o volante também contou com um vacilo da zaga na marcação para receber passe de Giovani Augusto e tocar para a rede.

Os anfitriões passaram a gostar mais do jogo, mas a marcação do Atlético-PR e ao menos uma boa defesa de Renan Rocha paravam as jogadas alvinegras. Até que Giovani Augusto novamente lançou a bola na área, na medida para Mango Alves subir entre os zagueiros e, de cabeça, ampliar a vantagem. Comandado por Adilson Batista - ex-técnico do Cruzeiro -, o time paranaense também não estava morto, mas todas as tentativas de gol foram para fora ou pararam em defesas tranquilas de Renan Ribeiro.

A conversa no intervalo surtiu algum efeito para o Atlético-PR, que voltou para o campo criando mais problemas para os donos da casa. Além de marcar mais e dificultar a saída de bola do xará mineiro, o visitante também mostrou mais qualidade nas próprias jogadas. Mas, aos 29 minutos da etapa final, o time anfitrião fez valer novamente o mando de campo. Magno Alves recebeu outro cruzamento na área e marcou mais um de cabeça.

Antes de garantir o placar, o técnico Dorival Júnior já havia aproveitado para fazer experiências. Trocara o estreante Guilherme, que já mostrava cansaço, por Marquinhos, que também fez seu jogo de estreia com a camisa alvinegra.

Já Adilson Batista mexeu para tentar deixar o time mais ofensivo. Mas, depois do terceiro gol, o Atlético-PR parece ter se dado por vencido e fez apenas mais duas tentativas de maior perigo para o gol de Renan Ribeiro, que defendeu um bom chute de Madson, aos 39 minutos, e viu Deivid lançar com força para fora aos 46.

O Atlético Mineiro volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Avaí, em Florianópolis. O time paranaense jogará no dia seguinte contra o Grêmio, na Arena da Baixada.

Ficha Técnica:

Atlético-MG 3 x 0 Atlético-PR

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Patric, Réver, Werley e Leandro (Gilberto); Richarlyson, Fillipe Soutto, Toró (Bernard) e Giovanni Augusto; Magno Alves e Guilherme (Marquinhos Cambalhota). Técnico: Dorival Júnior.

Atlético-PR - Renan Rocha; Rômulo (Wendel Santos), Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Deivid, Marcelo Oliveira, Cléber Santana (Adailton) e Paulo Roberto; Paulo Baier (Madson) e Guerrón. Técnico: Adilson Batista.

Gols - Toró, aos 5, e Magno Alves, aos 26 do 1º tempo e aos 29 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Toró (Atlético-MG); Deivid (Atlético-PR).

Árbitro - Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).

Renda - R$ 69.442,00.

Público - 13.597 pagantes.

Local - Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.