Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Em duelo direto, Inter busca 7ª vitória seguida para tomar a liderança do São Paulo

Seis triunfos em sequência recolocaram os comandados de Abel Braga na briga pela título brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2021 | 12h25

Descartado da briga pelo título, o Internacional ressurgiu no Campeonato Brasileiro e pode assumir a liderança da competição nesta quarta-feira, quando enfrenta o líder São Paulo, no Morumbi, às 21h30, pela 31ª rodada da competição. Há pouco mais de um mês, o time colorado ocupava a sexta colocação na tabela, a 12 pontos do atual primeiro colocado e adversário desta quarta, saindo do escalão das análises e prognósticos para o título do Brasileirão. O cenário, no entanto, mudou radicalmente com uma série de vitórias da equipe gaúcha.

Foram seis triunfos em sequência que recolocaram os comandados de Abel Braga na briga pela taça que não conquista desde 1979. Hoje, o vice-líder Inter tem 56 pontos e contou com tropeços do São Paulo para fazer a diferença desabar para um ponto. Basta, portanto, vencer o rival paulista fora de casa que os gaúchos reassumirão a liderança do torneio nacional após mais de dois meses.

"Jogaremos contra um adversário muito bem trabalhado, está com o treinador há um bom tempo. O jogo difícil para nós é esse", pontuou o técnico Abel Braga, que sofreu muitas críticas no início de seu trabalho por conta dos resultados ruins. Especialmente pelas eliminação na Copa do Brasil e Libertadores.

"Se falava muito pouco no Inter, e eu estava gostando muito daquilo. Tentava explicar aos jogadores que chegaria o momento que ia começar a surgir uma série de armadilhas. Aí que mora o perigo. Vou trabalhar o mental naquilo que pretendemos. Porque não há tempo", explicou o treinador.

O time gaúcho buscará a sétima vitória consecutiva novamente sem o artilheiro Thiago Galhardo, que sofreu uma lesão muscular na panturrilha diante do Goiás e não tem previsão de retorno. Yuri Alberto, que cresceu sob o comando de Abel, continuar entre os titulares. O jovem fez seis gols depois que o comandante chegou para substituir Eduardo Coudet.

O treinador não tem desfalques por suspensão e conta com praticamente todo grupo à disposição, exceto os atletas que já estavam fora por lesão. Além de Galhardo, são ausências Paolo Guerrero, Saravia, Boschilia e Rodrigo Moledo.

Marcos Guilherme, recuperado de um desconforto na coxa direita, viajou à capital paulista e deve estar no banco. Dessa maneira, a equipe deve ser a mesma que bateu o Fortaleza por 4 a 2 na rodada passada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.