Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Em duelo movimentado, Atlético-MG bate Fluminense no Brasileirão

Vitória por 2 a 0, em Ipatinga, deixou o time mineiro colado nos líderes da competição

Marcelo Portela, Agência Estado

29 de maio de 2014 | 00h25

BELO HORIZONTE - O Atlético-MG conseguiu uma bela vitória sobre o Fluminense nesta quarta por 2 a 0 em um jogo eletrizante, que proporcionou um belo espetáculo para as torcidas, principalmente na segunda metade da partida da 8.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado do confronto no Ipatingão, em Ipatinga, deixou o time mineiro com 14 pontos, colado nas equipes que lideram a competição.

Mesmo jogando em casa, o Atlético-MG não teve moleza e viu o time carioca crescer em jogo marcado também pelo nervosismo dos atletas de ambas as equipes, com vários cartões para os dois lados.

O Atlético-MG iniciou a partida tentando fazer valer o mando de campo, mas o Flu não deu moleza para os anfitriões. Mesmo com o time da casa mantendo uma postura ofensiva, o Fluminense não se intimidou e partiu para cima. Para desespero da torcida, a equipe alvinegra trabalhou bem a bola durante praticamente todo o primeiro tempo, mas os visitantes não permitiram que o placar fosse alterado, alternando bons lances com uma boa atuação defensiva.

Com um jogo franco por parte das duas equipes, quem foi ao estádio assistiu a belos dribles e ótimas oportunidades criadas nos dois lados do campo em toda a etapa inicial. Só que ambos os times vacilaram na maior parte das vezes antes de levarem perigo concreto aos gols adversários e, nas poucas finalizações corretas, os goleiros trabalharam bem.

O jogo recomeçou após o intervalo dando a impressão que seguiria o mesmo ritmo. Porém, aos sete minutos, Emerson Conceição, que já era vaiado pela torcida, cruzou na área. Felipe Garcia tentou tirar, mas saiu mal e a bola sobrou no pé de Dátolo, que só precisou empurrar para o fundo da rede e deixar os donos da casa na frente.

Quem pensava que o a equipe carioca se intimidaria com o gol se enganou. O Atlético-MG ganhou ânimo ao abrir o placar, mas o Fluminense não só tentou se manter vivo na partida, como passou a avançar ainda mais. E Rafael Sóbis obrigou Giovanni a fazer excelente defesa ao aproveitar bola levantada por Carlinhos.

Mas com o jogo aberto, o Fluminense abriu espaço para os mineiros. Dois minutos depois do belo lance do goleiro alvinegro, o Atlético-MG armou contra-ataque veloz e Dátolo só não ampliou porque errou na finalização e mandou para fora. Porém, dois minutos depois, o mesmo Dátolo, em jogada individual, deixou a defesa adversária perdida e tocou rasteiro para Diego Tardelli marcar de novo para o Atlético-MG.

Após o segundo gol, o jogo ficou nervoso. Além de os jogadores se estranharem em campo, os erros também começaram a ficar mais evidentes. Como o de Kenedy, que entrou no lugar de Chiquinho e cabeceou para fora uma bola que Bruno havia cruzado com perfeição na área dos anfitriões.

Para complicar para o time carioca, Sóbis tinha atuação apagada e foi substituído por Michael. Mas menos de dois minutos após entrar em campo o atacante tricolor cometeu falta violenta em Alex Silva e foi expulso. Apesar de estar à frente, o Atlético-MG ainda se manteve no ataque e deixou brechas para o adversário, que desperdiçou boas chances de diminuir e terminou a rodada sem marcar. "Acho que todo mundo deu seu melhor e está de parabéns", avaliou Dátolo após o jogo.

No sábado, o Atlético-MG enfrenta o São Paulo no Morumbi, enquanto o Fluminense, que permaneceu com 15 pontos, recebe o Internacional no Moacyrzão, em Macaé (RJ), ainda com chance de assumir a liderança do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 x 0 FLUMINENSE

ATLÉTICO-MG - Giovanni; Alex Silva, Leonardo Silva, Edcarlos e Emerson Conceição; Pierre (Josué), Leandro Donizete, Dátolo e Marion; Diego Tardelli (Carlos) e André (Guilherme). Técnico: Levir Culpi.

FLUMINENSE - Felipe Garcia; Bruno, Carlinhos, Gum e Marlon; Diguinho, Jean, Chiquinho (Kenedy) e Conca; Rafael Sóbis (Michael) e Walter. Técnico - Cristóvão Borges.

GOLS - Dátolo, aos 7, e Diego Tardelli, aos 19 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pierre, Leonardo Silva, Emerson Conceição, Leandro Donizete, Dátolo, Alex Silva e Edcarlos (Atlético-MG); Gum, Chiquinho, Carlinhos e Kenedy (Fluminense).

CARTÃO VERMELHO - Michael (Fluminense).

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

PÚBLICO E RENDA - Não informados.

LOCAL - Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.