Felipe Oliveira / EC Bahia
Felipe Oliveira / EC Bahia

Em estreia de Jorginho, Bahia tenta 'dar continuidade' contra o Atlético-GO

Tricolor baiano não deseja que estilo do ex-técnico Guto Ferreira seja trocado

Estadão Conteúdo

05 de junho de 2017 | 06h34

Mudar para permanecer o mesmo. É assim que o Bahia entra em campo nesta segunda-feira para enfrentar o Atlético Goianiense, às 20 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe, afinal, terá a estreia do técnico Jorginho, contratado para o lugar de Guto Ferreira, que deixou o clube baiano para comandar o Internacional. Mas o novo treinador já antecipou que pretende mexer pouco na estrutura do time.

"O objetivo maior é dar continuidade ao trabalho que está sendo feito. Não seria inteligente da minha parte mudar alguma coisa. Os resultados foram bons, apesar das duas últimas derrotas", destacou Jorginho. "O objetivo é manter".

Logo em sua estreia, contudo, o treinador terá cinco importantes desfalques: o zagueiro Jackson, o lateral-direito Wellington Silva, o meia Régis e o atacante Hernane, lesionados, e o lateral-esquerdo Armero, convocado pela seleção da Colômbia.

Jorginho, por outro lado, poderá contar com os meias Vinicius e Gustavo Ferrareis, recém-contratados e já disponíveis para encarar o Atlético Goianiense. A expectativa, contudo, é de que eles iniciem no banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBahia (clube de Futebol)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.