REUTERS/Javier Barbancho
REUTERS/Javier Barbancho

Em estreia de Matheus Cunha, gol contra nos acréscimos evita derrota do Atlético de Madrid

Aissa Mandi, do Villarreal, acerta a própria meta e dá números finais ao jogo, com 2 a 2 no placar na capital espanhola

Redação, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2021 | 20h08

Atual campeão espanhol, o Atlético de Madrid empatou por 2 a 2 com o Villarreal neste domingo, após ficar muito perto de conhecer a primeira derrota da temporada, jogando no Metropolitano, pela terceira rodada da liga nacional. O empate veio apenas nos acréscimos do segundo tempo, graças a um gol contra marcado por Mandi ao tentar recuar a bola para o goleiro Rulli, desatento à intenção do companheiro.

A partida marcou a estreia do campeão olímpico Matheus Cunha, que entrou nos minutos finais para tentar ajudar o time comandado por Diego Simeone. O resultado suado deixa o Atlético em quinto lugar, com os mesmos sete pontos de Real Madrid, Sevilla, Valencia, Barcelona e Mallorca. Já o Villarreal, frustrado após deixar a vitória escapar, termina a rodada em 11º, com três pontos.

O primeiro tempo foi de controle absoluto do Atlético de Madrid, com Thomas Lemar comandado as ações no campo de ataque. O francês se movimentou bastante e contribuiu tanto como levando perigo nas finalizações como criando oportunidades com passes. O principal momento foi aos 22 minutos, quando ele partiu do meio de campo, se livrou da marcação e soltou para Trippier na esquerda, antes de se mandar para área, onde recebeu a bola de volta e bateu, assistindo ela tocar a mão de Rulli e, na sequência, a trave.

Toda superioridade colchonera foi em vão, pois o primeiro tempo acabou empatado e o segundo começou de outra maneira. Logo aos sete minutos, Manu Trigueros finalizou com o pé direito, do meio da área, para acertar o ângulo superior direito de Oblak. O Atlético não demorou a empatar, aos 11 minutos, com Luis Suárez, mas voltou a ficar em desvantagem no placar depois que Danjuma também acertou o ângulo, aos 29.

Poucos minutos depois do segundo gol dos adversários, o técnico Simeone resolveu promover a estreia de Matheus Cunha, que entrou no lugar de Lemar. Com o brasileiro em campo, o Atlético conseguiu empatar no último minuto dos acréscimos, aos 52, mas sem a participação dele no gol decisivo, fruto de um lance bizarro. Mandi interceptou um lançamento tentado recuar, de cabeça, para Rulli, mas o goleiro estava acompanhando o movimento da bola, correndo para o lado esquerdo, e foi pego de surpresa pela ação do companheiro. A falta de comunicação fez a bola morrer dentro do gol.

OUTROS JOGOS

O domingo de rodada do Campeonato Espanhol começou com uma vitória por 2 a 1 do Barcelona sobre o Getafe. Depois, foi a vez do Osasuna vencer o Cádiz por 3 a 2 e do Rayo Vallecano golear o Granada por 4 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.