Washington Alves/Light Press
Washington Alves/Light Press

Em grupo embolado, Cruzeiro busca primeira vitória fora na Libertadores

Após duas rodadas, os quatro clubes do Grupo 5 estão empatados com três pontos cada

Agência Estado

11 de março de 2014 | 08h05

MONTEVIDÉU - Tranquilo no Campeonato Mineiro, em que já está classificado às semifinais com a melhor campanha, o Cruzeiro volta as suas atenções para a disputa da Copa Libertadores. Após duas rodadas, os quatro clubes do Grupo 5 estão empatados com três pontos cada e a equipe mineira, que lidera a chave por ter melhor saldo de gols, busca no Uruguai a primeira vitória fora de casa, nesta terça-feira, para não ficar pressionado na sequência da competição. O jogo, às 19 horas (de Brasília), será contra o Defensor, no estádio Luiz Franzini, em Montevidéu.

Na primeira rodada, no duelo marcado pelas ofensas racistas ao volante Tinga, o Cruzeiro foi derrotado pelo Real Garcilaso por 2 a 1, no Peru. No segundo jogo, a redenção celeste com a goleada de 5 a 1 sobre a Universidad de Chile, em Belo Horizonte. Agora, o pensamento do técnico Marcelo Oliveira é voltar ao Brasil com os três pontos e a manutenção da liderança.

No entanto, o treinador sabe que o seu time tem de tomar cuidado com o conhecido estilo aguerrido dos uruguaios, que são muito perigosos nas bolas aéreas, especialmente com o centroavante Ignacio Risso. "É um adversário rápido que joga competindo muito, que marca forte. O futebol uruguaio usa muito da vibração, da raça, da vontade de vencer, aliando boa técnica também. Então o que podemos esperar lá é um jogo difícil, com um espírito de competição muito acirrado", previu Marcelo Oliveira.

"Vi muito material do Defensor. É um time que utiliza muito a bola aérea e que joga de maneira semelhante ao Cruzeiro, com dois jogadores abertos e um centroavante, o Risso, que é muito alto e cabeceia muito bem. Então teremos dificuldades certamente, mas estamos preparados", afirmou o técnico do Cruzeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.