Em Itápolis, Oeste e Guarani empatam

O Oeste teve a sorte ao seu lado e conseguiu empatar com o Guarani, por 2 a 2, nesta quarta-feira à noite, em Itápolis. O gol de igualdade saiu aos 46 minutos do segundo tempo, com o zagueiro Marcelão, de cabeça. O empate pouco adiantou para o time da casa, que está com seis pontos negativos - já conquistou seis pontos em campo. O Guarani praticamente deu adeus à segunda fase do Campeonato Paulista, porque só tem sete pontos em sete jogos no Grupo 2. Os times entraram em campo com medo de vencer ou de atacar. O jogo ficou centralizado no setor de meio-de-campo, prevalecendo a forte marcação. Aos poucos, o Oeste tentou ir ao ataque, mas ameaçou o goleiro Jean apenas duas vezes. Aos 14 minutos, numa cabeçada de Marcinho e aos 29 minutos num chute de Adãozinho. O Guarani, como esperado, só jogou no erro do adversário. E abriu o placar aos 36 minutos, quando Marlon fez o cruzamento, Alexandre tentou fazer o corta-luz para Viola, mas a bola sobrou para o chute de pé esquerdo de Ricardo Lobo. No segundo tempo, o Oeste voltou com camisas novas e duas mudanças. Daniel e Márcio Richard substituíram, respectivamente, Adilson e Adriano Ramos. O time voltou mais agressivo e em apenas dois minutos ameaçou com dois chutes de longa distância de Marcinho e Adãozinho. Pressionado, o técnico Joel Santana optou por mudar o esquema do Guarani colocando o lateral-esquerdo Patrick no lugar do atacante Ricardo Lobo. Assim ele deslocou Alex para o meio-de-campo e adiantou Alexandre para o ataque. As mudanças não funcionaram e o Guarani ficou apenas na defesa. A pressão era total e o gol de empate inevitável. Ele aconteceu aos 30 minutos, num bate-rebate dentro da área, que sobrou para o chute final de Márcio Richard. Mas o Guarani deu sorte e contou com a tão aguardada falha do adversário. Marlon fez o cruzamento da direita e três zagueiros foram em cima de Viola. O goleiro João Paulo falhou ao não cortar a bola e o zagueiro Paulo André, de cabeça, desempatou. Depois o Guarani se fechou atrás, mas a justiça foi feita aos 46 minutos. Após cobrança de escanteio Marcelão entrou sozinho para empatar de cabeça. Os times voltam a campo no fim de semana. O Guarani receberá o União São João, sábado à tarde, em Campinas, enquanto o Oeste enfrentará o Palmeiras, domingo, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.