Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Em Itaquera, Corinthians quer provar que sabe jogar sem Rodriguinho

Diante do Cruzeiro, time de Osmar Loss faz primeira partida sem o grande nome das últimas conquistas

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2018 | 07h00

Depois de perder o lateral Sidcley, o zagueiro Balbuena e o volante Maycon, o Corinthians inicia nesta quarta-feira, 25, diante do Cruzeiro, o desafio de substituir seu jogador mais importante nos últimos anos: o meia Rodriguinho, negociado com o futebol egípcio na segunda-feira. Existem várias opções, mas nenhuma delas é inquestionável como o jogador que armava a equipe, mas também se destacava como artilheiro dos jogos decisivos, principalmente na conquista do Paulistão.

+ Jadson se prepara para voltar a ser o cérebro do Corinthians

+ Corinthians vai faturar R$ 4,5 milhões com ida de Malcom para Barcelona

O provável substituto – e nome mais óbvio – é o meia Jadson, que estava na reserva. Nos treinamentos, ele já vem conversando com os companheiros e mostrou satisfação com a mudança de posicionamento. Hoje, em Itaquera, ele vai jogar pela faixa central do gramado, seu lugar preferido.

“Gosto de jogar centralizado. Foi o Tite que me escalou pela direita. Mas tive uma conversa com o Loss e o Carille falando que gosto de jogar no meio. Fico feliz com essa oportunidade que o Loss vai me dar. Espero fazer um bom jogo”, afirmou o meia de 34 anos.

Depois da derrota para o São Paulo por 3 a 1, fora de casa, o Corinthians está em oitavo lugar no Brasileirão, 11 pontos atrás do líder Flamengo.

Jadson também comentou a saída do parceiro, que se despediu da equipe nesta segunda-feira. “É uma grande perda. O Rodriguinho vinha ajudando a equipe. Eu vinha esperando uma oportunidade. Mas não é que eu sou soberano, tem muitos jogadores de qualidade. Eu entrei e tentei ajudar sempre que a equipe precisou”, disse.

O grande desafio de Jadson é encontrar a regularidade do ponto de vista físico. Ao longo da temporada, ele vem sofrendo com a queda de rendimento causada por problemas físicos. Por isso, o jogador havia perdido a condição de titular. Na derrota para o São Paulo, ele entrou apenas no segundo tempo.

Jadson revelou que não tem propostas de outros clubes e que pretende continuar no Corinthians. Segundo ele, um acerto uma renovação por mais dois anos já foi acertava verbalmente entre seu agente e o Corinthians. Para isso, ele concordou com uma redução salarial. “Penso em ficar no Corinthians. Meu empresário teve uma reunião com a diretoria. Já está apalavrado, está tudo certo, é só assinar. Já estou ambientado, feliz, não tem por que sair”, disse.

O técnico Osmar Loss tem outras opções para a função de Rodriguinho, mas elas não estão totalmente prontas. Mateus Vital e Pedrinho já foram testados, mas mostraram que ainda precisam de mais rodagem.

Contratado na semana passada do Fluminense, o volante Douglas fará sua estreia. Ele será titular na vaga de Renê Júnior, que vai operar o joelho esquerdo na semana que vem e só voltará na próxima temporada. Na zaga, Léo Santos assume a vaga de Pedro Henrique, que sentiu uma tendinite na coxa esquerda. No meio, Clayson volta a ser titular na vaga de Marquinhos Gabriel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.