Érico Leonan|Divulgação
Érico Leonan|Divulgação

Em Itu, São Paulo tenta vencer a primeira fora de casa na temporada

Clube tenta superar crise após duas derrotas seguidas no Estadual

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

20 de março de 2016 | 07h00

Se o São Paulo quer e precisa tanto sair da crise, deve começar a reagir neste domingo pela solução de um grave problema. O time não venceu fora de casa em 2016 por competições oficiais e tem a oportunidade de começar a mostrar serviço contra o Ituano, às 16h, pelo Campeonato Paulista, no estádio Novelli Junior.

A última vez em que a equipe ganhou como visitante foi na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, contra o Goiás, no Serra Dourada. Desde então, a única vitória longe dos domínios foi no amistoso de pré-temporada contra o Cerro Porteño, no Paraguai.

O jejum de mais de cem dias sem ganhar fora de casa contém seis jogos oficiais, com quatro empates e duas derrotas. Os resultados levam a equipe a viver a complicada situação de ter somente dois pontos em três rodadas na Copa Libertadores e só 48% de aproveitamento em jogos do Estadual.

O presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, admitiu a campanha abaixo do esperado, tanto é que na sexta-feira trocou o departamento do futebol. O vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e o diretor da pasta, Rubens Moreno, deixaram o cargo durante a crise de quatro jogos sem ganhar.

A equipe também sente a pressão pela campanha irregular. Após o empate em 1 a 1 com o Trujillanos, da Venezuela, pela Libertadores, os jogadores disseram ter feito um pacto para ganharem os três próximos jogos pela competição. Para demonstrarem essa força, precisam também superarem as duas derrotas seguidas como mandante pelo Paulista.

"Todos estão conscientes de que é preciso estar preparado para sair com os três pontos diante de um time rápido e que jogará em casa, como o Ituano. Será uma batalha. São equipes menores que dão tudo. Falta, às vezes, igualar em vontade", afirmou o zagueiro Maicon.

O defensor deve ser uma das novidades na escalação do técnico Edgardo Bauza, como substituto de Lugano. O treinador argentino não revelou a equipe, mas a tendência é poupar atletas que se desgastaram na longa viagem de mais de 24h para o norte da Venezuela.

O lateral-direito Bruno e o volante Hudson estão suspensos. Caramelo e João Schmidt devem ser os substitutos. O argentino Calleri ficou fora do jogo pela Libertadores por estar suspenso e deve retornar ao time na vaga de Alan Kardec.

ADVERSÁRIO

O Ituano tem campanha melhor que a São Paulo e vem de uma ótima vitória fora de casa, ao golear o XV de Piracicaba por 4 a 1 e está na segunda colocação do grupo do Palmeiras. Há quatro rodadas a equipe tem conseguido se manter na zona de classificação.

O técnico Tarcísio Pugliese tem como um dos desfalques a suspensão do lateral-esquerdo Peri. “Em qualquer aspecto o São Paulo tem mais condições que o Ituano. Mas também isso não traduz no resultado de uma partida. Nós sabemos que podemos ganhar”, disse. 

FICHA TÉCNICA

ITUANO X SÃO PAULO

ITUANO: Fábio; João Paulo, Naylhor, Leonardo Luiz e Pacheco; Wellington Simião, Guly e Guilherme; Fernando, Viana e Edinho. Técnico: Tarcísio Pugliese.

SÃO PAULO: Denis; Caramelo, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes e João Schmidt; Daniel, Paulo Henrique Ganso e Carlinhos; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza

Local: Novelli Junior, em Itu

Horário: 16h

Na TV: Globo e Band 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.