Daniel Vorley
Daniel Vorley

Últimas definições do Brasileirão garantem domingo bem agitado

Vão sair vice-campeão, quarto na Libertadores e os 3 rebaixados

Glauco de Pierri, O Estado de S. Paulo

06 de dezembro de 2015 | 07h00

O Campeonato Brasileiro chega à sua última rodada com apenas uma certeza, conhecida já há três rodadas: o campeão é o Corinthians. Mesmo assim, as partidas que encerrarão a temporada do futebol no País (os jogos começarão às 17h) prometem ser emocionantes. Em jogo, três definições – o vice-campeão, o quarto classificado para a Libertadores e, no cenário mais dramático, os três times que se juntarão ao Joinville na Série B em 2016.

Para garantir a simultaneidade das dez partidas e evitar atrasos propositais, a CBF baixou neste sábado uma determinação para a última rodada: se alguma equipe atrasar o início ou o segundo tempo de sua partida, todos os outros confrontos da rodada esperarão. Além disso, o clube responsável por causar o eventual problema será responsabilizado pelos minutos de atraso dos outros jogos e será punido.

A disputa do Atlético-MG, que no meio da semana anunciou o uruguaio Diego Aguirre como novo treinador, é com o Grêmio. Para ficar com a segunda colocação, além de vencer o único já rebaixado do torneio, o Joinville, em Santa Catarina, o time gaúcho torce por um tropeço do Galo – empate ou derrota – contra a Chapecoense.

Na luta por um lugar no grupo dos que se classificam à Libertadores, São Paulo e Internacional são os únicos que chegam à última rodada ainda na briga, que contou com uma série de equipes que ficaram pelo caminho, como Sport, Santos, Cruzeiro, Atlético-PR e Palmeiras – que se garantiu no torneio sul-americano com a conquista da Copa do Brasil.

Para ficar com a vaga, o São Paulo enfrenta o Goiás no Serra Dourada. Se vencer, confirma o posto. Caso empate, apenas uma improvável vitória do Internacional em cima do Cruzeiro por sete gols de diferença faria o time ser ultrapassado pelos gaúchos na tabela. O Colorado precisa vencer o Cruzeiro e torce por uma derrota do Tricolor paulista para se classificar à Libertadores.

A maior carga emocional da rodada terá de ser suportada pelos torcedores das equipes que lutam contra o rebaixamento para a Série B. De cinco times, três cairão de divisão – o Joinville ficou na lanterna.

Os dois que dependem apenas de suas forças são Coritiba, que recebe o Vasco, e o Avaí que encara o Corinthians no Itaquerão – se vencerem, escapam e empurram Figueirense, Vasco e Goiás para a segunda divisão.

Esses três times dependem de combinações de resultados para se manterem na Série A. O Figueirense precisa vencer o Fluminense e torcer para o Avaí não ganhar. O Vasco tem de passar pelo Coritiba e torcer por empates ou derrotas de Avaí e Figueirense.

O Goiás terá de superar o São Paulo e ainda torce contra Vasco, Avaí e Figueirense. O Coritiba está mais tranquilo – só um desastre rebaixará a equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.