Petra Mafalda/AE
Petra Mafalda/AE

Em jogo com 3 expulsões, Palmeiras só fica em empate com Avaí

Com placar de 1 a 1, time de Luiz Felipe Scolari permace no oitavo lugar do Brasileirão

AE,

18 de setembro de 2011 | 18h29

SÃO PAULO - O Palmeiras empatou neste domingo, por 1 a 1, com o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi ruim para ambos os times. A equipe alviverde almejava a vitória para seguir sonhando com o título, enquanto que o clube da casa lutava pelos três pontos para sair da zona do rebaixamento. A partida foi conturbada, com o árbitro mandando para o chuveiro mais cedo dois jogadores do Palmeiras e um do Avaí.

A equipe da casa abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo. Batista chutou da esquerda, o zagueiro Henrique tentou cortar, só que a bola bateu no pé dele e acabou encobrindo o goleiro Marcos. O Palmeiras sentiu o gol e sofreu pressão nos minutos seguintes. Aos poucos, entretanto, o time alviverde foi se encontrando em campo e passou a equilibrar a partida e a ameaçar o gol da equipe catarinense. Só que aos 23 minutos, Rivaldo, que já tinha cartão amarelo, cometeu uma falta dura em um contra-ataque do Avaí e foi expulso.

O time da casa tentou se aproveitar do fato de ter um a mais em campo, mas não teve sucesso. O Palmeiras soube neutralizar bem as tentativas do Avaí e voltou até mesmo a pressionar. Aos 38 minutos, a zaga do Avaí afastou mal a bola e Luan cabeceou perto do travessão.

Três minutos depois, o Palmeiras empatou o jogo. Marcos Assunção cobrou falta da esquerda e Chico desviou para dentro do gol de Felipe. A equipe catarinense quase voltou a ficar na frente do placar no minuto seguinte. Arlan cruzou da direita e Willian furou dentro da pequena área.

A etapa complementar começou e o Palmeiras, aos 2 minutos, ficou com 2 jogadores a menos em campo. Gerley entrou de carrinho por cima em Dirceu e levou cartão vermelho direto. Com a vantagem, o Avaí passou a pressionar a equipe alviverde. Só que, aos 17 minutos, Rafael Coelho, que havia acabado de entrar, fez falta por trás em Kléber e também levou o vermelho direto.

O jogo passou a ser de 10 contra 9. O Avaí pressionava mais, porém sem grande perigo. O Palmeiras encontrava chances nos contra-ataques e nas bolas paradas nos pés de Marcos Assunção, que quase fez um gol olímpico aos 33 minutos.

Um dado interessante é que, apesar de estar em desvantagem numérica, o Palmeiras tinha mais posse de bola. E teve até chance de ampliar no fim do jogo. Aos 40 minutos, o árbitro marcou falta contra o Avaí, a 20 metros de distância do gol de Felipe. A chance era boa para Marcos Assunção, mas a barreira se adiantou e ficou muito próxima à bola. Como o juiz não tomou nenhuma atitude, Assunção acertou a barreira. O Avaí tentou atacar nos últimos minutos, porém sem sucesso.

Ficha técnica

Avaí 1 x 1 Palmeiras

Avaí - Felipe; Arlan, Dirceu, Gian e Pará (Leandro Lima); Bruno Silva, Batista (Rafael Coelho), Cleverson e Pedro Ken (Estrada); Róbson e William. Técnico: Toninho Cecílio.

Palmeiras - Marcos; Márcio Araújo, Maurício Ramos (Thiago Heleno), Henrique e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção, Tinga (João Vitor) e Luan; Kléber e Fernandão (Gerley). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Gols - Batista, aos 5, e Chico, aos 41 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos - Pedro Ken, Batista, Bruno Silva e Gian (Avaí); Kléber (Palmeiras).

Cartões vermelhos - Rafael Coelho (Avaí); Rivaldo e Gerley (Palmeiras).

Árbitro - Evandro Rogério Roman (Fifa-PR).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.