Reprodução Twitter Atlético-GO
Reprodução Twitter Atlético-GO

Em jogo com apagão, Juventude bate Atlético-GO e deixa zona da degola

Tony, aos 46 minutos do primeiro tempo, fez o único gol da partida em Goiânia

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 22h26

Depois de dez jogos, o Juventude voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho visitou o Atlético Goianiense, no estádio Antônio Accioly, e venceu por 1 a 0. A partida válida pela 28.ª rodada ainda ficou marcada por uma paralisação de cerca de 55 minutos por falta de energia elétrica no início do segundo tempo.

A derrota complica o time goiano, que ainda ocupa a quarta colocação com 43 pontos, mas pode ser ultrapassado por Vila Nova, Avaí e Guarani, que ainda não jogaram na rodada. O Juventude, com 31 pontos, deixou a zona do rebaixamento, assumindo a 16.ª posição, com um ponto a mais do que o Paysandu e dois a mais do que o CRB. Os dois também têm um jogo a menos e podem recolocar a equipe gaúcha na zona da degola.

O Atlético-GO começou melhor e criou as principais chances de gol da primeira etapa, mas esbarrou no goleiro Douglas Silva, que estava em noite inspirada. O camisa 1 do Juventude fez uma série de defesas de alta dificuldade na primeira etapa, especialmente em cabeçada de Renato Kayzer, ainda no segundo minuto de bola rolando.

Aos poucos, o Juventude foi crescendo e passou a responder em contra-ataques. Aos 46 minutos, veio o castigo para o time da casa. Neuton invadiu a área e foi derrubado por Júlio César. O árbitro baiano Diego Pombo Lopez não teve dúvidas e marcou o pênalti. Na cobrança, Tony deslocou o goleiro e abriu o placar para os visitantes.

Logo no início do segundo tempo, com apenas dois minutos, os refletores do estádio se apagaram e a partida ficou interrompida por cerca de 55 minutos. Após a longa espera, a bola voltou a rolar e o Atlético-GO partiu para a pressão. O Juventude se segurou como pôde e seguiu contando com boa atuação de Douglas Silva.

Insistindo nas bolas levantadas para a área, mas sem levar a melhor contra a defesa adversária, o time da casa não conseguiu evitar a derrota em casa e frustrou a torcida que compareceu em bom número e ainda teve de esperar durante a paralisação por falta de energia.

O Juventude volta a campo em 27 de setembro, quando recebe o Londrina no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 29.ª rodada. No dia 29, o Atlético enfrenta o Figueirense no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 0 X 1 JUVENTUDE

ATLÉTICO-GO - Jefferson; Jonathan, Gilvan, Oliveira e Mascarenhas; Pedro Bambu (Vitinho), Rômulo e João Paulo; Tomas Bastos (Thiago Santos), Renato Kayzer (Denilson) e Júlio César. Técnico: Cláudio Tencati.

JUVENTUDE - Douglas Silva; Felipe Mattioni, Bonfim (Wagner), Micael e Neuton; Rodrigo, Lucas, Esquerdinha (Tony) e Leandro Lima (Diones); Denner e Hugo Sanches. Técnico: Luís Carlos Winck.

GOL - Tony, aos 46 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS - João Paulo (Atlético-GO); Felipe Mattioni, Bonfim, Rodrigo e Denner (Juventude).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.