Tim Keeton|AFP
Tim Keeton|AFP

Em jogo com pênaltis polêmicos, líder Leicester empata

Ulloa faz aos 49 e garante 2 a 2 com o West Ham

Estadão Conteúdo

17 de abril de 2016 | 12h00

Pênaltis polêmicos marcados, pênaltis polêmicos não marcados, gol do artilheiro do campeonato, expulsão do artilheiro do campeonato, gols bonitos e no último lance do jogo marcaram o empate por 2 a 2 do líder Leicester City com o West Ham, em Leicester, pela 34.ª rodada do Campeonato Inglês. Apesar do tropeço em casa, a surpresa da temporada na Inglaterra tem muito o que comemorar neste domingo.

O centroavante Vardy fez o seu para o Leicester City, se igualando na artilharia com Harry Kane (Tottenham) com 22 gols, mas depois levou o vermelho por simulação. Com um jogador a menos, o time da casa levou pressão do West e sofreu a virada. Só com um gol de pênalti, marcado de forma polêmica, veio o empate no último minuto com Ulloa.

Com 73 pontos em 34 jogos, o Leicester City tem oito de vantagem para o Tottenham, que joga nesta segunda-feira pela rodada contra o Stoke City, fora de casa. É a chance para o clube de Londres ainda se manter vivo na luta pelo título. Já o West Ham chegou aos 53 pontos, em sexto lugar, e se mantém na briga por vaga na Liga Europa.

Em campo, Vardy abriu o placar, aos 18 minutos do primeiro tempo, em um belo contragolpe do Leicester City. Só que na segunda etapa ele quase colocou tudo a perder, apesar da arbitragem confusa. Aos 11, ele foi derrubado na área por Ogbonna, mas o árbitro viu uma simulação e aplicou o segundo cartão amarelo, expulsando o centroavante de campo.

Com um jogador a mais, o West Ham foi para cima e buscou a virada. Aos 39 minutos, o empate veio em um pênalti inexistente convertido pelo centroavante Andy Carroll. Dois minutos depois, Cresswell marcou um belo gol da entrada da área para virar a partida.

O árbitro deu cinco minutos de acréscimo e no primeiro dele o zagueiro Huth foi puxado por Ogbonna dentro da área, mas nada foi marcado, para revolta dos torcedores locais. Aí, aos 49, Schlupp invadiu a área pela esquerda e caiu após trombada com Carroll. O juiz assinalou a infração e a reclamação ficou com o West Ham. Ulloa bateu forte no canto esquerdo do goleiro Adrian e decretou o empate por 2 a 2.

LIVERPOOL

Após a emocionante e heroica classificação às semifinais da Liga Europa, o Liverpool entrou em campo neste domingo com vários jogadores reservas para enfrentar o Bournemouth, fora de casa. E eles deram conta do recado com a vitória por 2 a 1. Ainda no primeiro tempo, o brasileiro Roberto Firmino e o inglês Daniel Sturridge fizeram para os visitantes e Joshua King diminuiu no final.

Com a vitória, o Liverpool está em oitavo lugar, com 51 pontos, ainda brigando por vaga na próxima Liga Europa - mas pode jogar a Liga dos Campeões se for campeão da atual edição da segunda competição de clubes mais importante do continente. O Bournemouth, com 41 pontos, é o 13.ª colocado, já sem riscos de rebaixamento à segunda divisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.