Divulgação
Divulgação

Em jogo de 8 gols, Vitória bate Atlético-PR fora de casa

Triunfo deixa o time baiano mais próximo do G-4 do Brasileirão

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 20h49

CURITIBA - Em uma partida com oito gols e muita velocidade o Atlético Paranaense foi derrotado pelo Vitória por 5 a 3, na Vila Capanema, em Curitiba (PR), pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, depois de uma recuperação no placar, quando perdia por 3 a 0 e marcou três gols em 11 minutos. Mesmo com a derrota, o Atlético se manteve no G4, na quarta colocação com 41 pontos, enquanto o Vitória chegou aos 34 pontos, na sexta posição.

O jogo começou em alta velocidade, com as duas equipes buscando o ataque, mas o time da casa não conseguia concluir com qualidade. E o Vitória não demorou a marcar, aos 17, após um chute de Pedro Botelho que bateu em Renato Cajá, Weverton rebateu e o próprio Cajá mandou para o fundo das redes.

O gol deixou o Atlético nervoso em campo e aos 29 minutos Ayrton cobrou uma falta com perfeição no ângulo esquerdo de Weverton. O técnico Vagner Mancini mexeu no time, trocou o ala-direito Jonas pelo atacante Roger, mas deixou espaços pelo setor e aos 43 minutos Dinei recebeu passe de Escudero, ganhou da zaga na corrida, e chutou sem chances de defesa.

O Atlético voltou modificado, com Zezinho pela esquerda na vaga de Pedro Botelho e com o recuo de Deivid montou uma linha de três na defesa. Logo a um minuto, porém, Marquinhos desperdiçou a chance de ampliar ao chutar em cima de Weverton, mesmo sem marcação.

O gol perdido custaria caro ao time baiano. O Atlético iniciou uma reação aos 12, quando Ederson subiu mais que a zaga e marcou o primeiro gol. O Vitória, desordenado deu espaço para Ederson novamente e aos 17 minutos o artilheiro marcou o segundo gol. A reação chegou aos 23 minutos, quando Roger marcou de cabeça o terceiro gol, após cobrança de escanteio.

O time da casa estava próximo da virada, mas em um contra-ataque, aos 38, William Henrique recebeu pelo miolo da zaga e marcou o quarto gol baiano, que esfriou o time da casa. Aos 41, William Henrique avançou pela esquerda e cruzou para Ayrton marcar o quinto gol do Vitória e selar o resultado.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR 3 X 5 VITÓRIA

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonas (Roger), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho (Zezinho); Deivid, João Paulo, Everton (Delatorre) e Paulo Baier; Marcelo e Ederson. Técnico - Vagner Mancini.

VITÓRIA - Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Luiz Gustavo (William Henrique), Renato Cajá (Alemão), Elizeu e Escudero (Marcelo); Marquinhos e Dinei. Técnico - Ney Franco.

GOLS - Renato Cajá, aos 17, Ayrton, aos 29, e Dinei, aos 43 minutos do primeiro tempo. Ederson, aos 11 e aos 17, Roger aos 23, William Henrique, aos 38, e Ayrton, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Godoy Bezerra (SC).

RENDA - 119.520,00.

PÚBLICO - 10.030 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Capanema, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.