Michael Regan / Reuters
Michael Regan / Reuters

Em jogo eletrizante, Everton marca aos 50min e empata com o Manchester United

Partida em Old trafford termina com placar de 3 a 3; Manchester City pode disparar na liderança

Redação, Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2021 | 20h04

Em uma partida de tirar o fôlego, o Everton arrancou um duro empate com o Manchester United, por 3 a 3, neste sábado, no Old Trafford. Os visitantes marcaram o terceiro gol aos 50 minutos do segundo tempo, deixando os anfitriões mais distante da liderança. Primeiro colocado, o Manchester City ainda jogará no domingo e pode ampliar a vantagem.

O tropeço manteve o Manchester United na segunda colocação, com 45 pontos, dois abaixo do City, que tem dois jogos a menos que o rival - no domingo, enfrentará o Liverpool, atual campeão e quarto colocado da tabela. Já o Everton, que já chegou a ocupar a liderança nesta temporada, figura na sexta posição, com 37 pontos.

O United iniciou a partida na frente, sendo mais ofensivo e apresentando melhor atuação. Logo aos 24 minutos, Bruno Fernandes acionou Rashford, que, em um belo cruzamento, mandou para Cavani cabecear e abrir o placar. O segundo gol veio ao fim da primeira etapa, aos 45 minutos, com Bruno Fernandes acertando lindo chute, de cobertura. Foi um dos gols mais bonitos do campeonato até agora.

A equipe comandada pelo técnico Ole Gunnar Solskjaer, no entanto, não soube administrar a vantagem no segundo tempo. Aos 4 minutos, Davies passou para Calvert-Lewin, que tentou o gol porém foi parado pela defesa do goleiro De Gea. Doucouré recebeu o rebote, mandou para as redes e diminuiu a diferença para os visitantes. A reação do Everton continuou, aos 7, com James Rodriguez, que recebeu de Doucouré e mandou, de canhota, direto para as redes em um bonito gol que trouxe o empate.

O empate, contudo, não abalou o time da casa. Aos 25, Shaw cobrou falta na área e McTominay cabeceou entre os marcadores. O goleiro Olsen pulou errado e viu a bola morrer no fundo das redes. Mas até os minutos derradeiros a disputa continuava renhida no meio-campo, com chances para ambos os lados.

Richarlison perdeu ótima chance de chegar ao empate quando Calvert-Lewin roubou a boca e conseguiu mandar para o pé do brasileiro, que chutou para fora. Por fim, o último lance da partida foi a falta cobrada por Digne na área, com desvio de Keane e sobra para Calvert-Lewin dominar e tocar direto para as redes, deixando tudo igual no último minuto.

Ainda neste sábado, pela 23ª rodada, Burnley e o Brighton empataram por 1 a 1 e a partida entre Fulham e West Ham também terminou em empate, sem gols. O Newcastle, por sua vez, venceu o Southampton por 3 a 2. Os resultados deixam o West Ham na quinta posição, com 39 pontos.

O Southampton, por sua vez, permanece na 12ª posição, com 29 pontos, enquanto o Newcastle, 25 pontos, ficou na 16ª posição e o Brighton está na 15ª, contando com a mesma pontuação. O Burnley ainda está próximo da degola, com 23 pontos, na 17ª posição e o Fulham, na zona de rebaixamento, está em 18º com 15 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.