Wolfgang Rattay/AFP
Wolfgang Rattay/AFP

Em jogo eletrizante, Moenchengladbach bate Dortmund e é quarto no Alemão

Haaland marca duas vezes para os visitantes, mas Nico Elvedi (2), Bensebaini e Thuram garantem o triunfo por 4 a 2

Redação, Estadão Conteúdo

22 de janeiro de 2021 | 19h13

Ratificando a sua boa fase, o Borussia Moenchengladbach venceu, nesta sexta-feira, em seu campo, o Borussia Dortmund por 4 a 2, em jogo que abriu a 18ª rodada do Campeonato Alemão. Com o resultado, a equipe chega aos 31 pontos, em quarto lugar, deixando o adversário em quinto, com 29 pontos.

A liderança da competição, com 39 pontos, é do Bayern de Munique, que no domingo enfrenta o lanterna Schalke 04, em Gelsenkirchen. Já o vice-líder RB Leipzig (35 pontos) joga neste sábado, fora de casa, diante do Mainz.

O jogo em Moenchengladbach foi eletrizante. Elvedi abriu o placar para o time da casa, de cabeça, após lindo levantamento de Hofmann, em cobrança de falta pelo lado direito, aos 11 minutos. A zaga do Dortmund falhou.

A reação dos visitantes veio com dois gols da Haaland, a "joia norueguesa". No primeiro, aos 22 minutos, ele foi lançado por trás da zaga por Sancho e bateu cruzado. Seis minutos mais tarde, o canhoto grandalhão mostrou habilidade para girar dentro da área e bater firme, após nova assistência de Sancho.

Mas as falhas defensivas foram decisivas para a derrota do Dortmund. Ainda na primeira etapa, aos 32 minutos, Stindl bateu falta e o goleiro Buerki soltou nos pés de Elvedi: 2 a 2.

O Moenchengladbach foi melhor no segundo tempo e conseguiu a virada logo aos quatro minutos. Lançado na esquerda por Neuhaus, Bensebaini dominou, cortou para dentro e ainda teve espaçlo e tempo para bater bonito e virar o placar.

Aos 33, em nova vacilada da zaga do Dortmund, Thuram subiu bastante para fazer de cabeça o quarto gol e garantir a oitava vitória do Moenchengladbach, que ainda tem sete empates e apenas três derrotas no Alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.