Divulgação
Divulgação

Em jogo fraco, Goiás e Chapecoense ficam no empate sem gols

Equipe da casa deixa o Serra Dourada vaiada após outro tropeço

ALINE TORRES, Estadão Conteúdo

12 de agosto de 2015 | 23h05

Um empate duro de assistir foi o 0 a 0 entre Goiás e Chapecoense, nesta quarta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Aliás, o estádio estava praticamente vazio, com 1.619 pagantes. O segundo pior público de um jogo da Série A neste ano, ficando atrás apenas de Goiás x Avaí, disputada em 7 de junho e que contou com 1.105 pessoas.

Com o ponto conquistado nesta rodada, a Chapecoense se manteve na nona posição, com 25 pontos. O Goiás abre a zona de rebaixamento, com 16 pontos.

Com a proposta de se defender, a Chapecoense deixou que o Goiás agredisse durante toda a primeira etapa. Com chutes de longe e tentativas de cabeça, a equipe esmeraldina não tirou proveito. A melhor chance foi de Bruno Henrique. O atacante chutou forte no canto de Danilo, que quase colocou para dentro na espalmada.

Na volta do intervalo, o que se viu foi uma apatia generalizada. A Chapecoense mantinha a proposta de se defender, enquanto que o Goiás não levava perigo. A não ser em uma chegada de Bruno Henrique, novamente, aos 28 minutos. Livre na área, o atacante não conseguiu bater o goleiro Danilo, que desta vez salvou a equipe visitante.

Ainda sem chances de deixar a degola na próxima partida, o Goiás encerra o primeiro turno diante do São Paulo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, a partir das 21 horas deste sábado. A Chapecoense encara o Atlético Mineiro, mas tem a vantagem de jogar na Arena Condá, em Chapecó (SC), às 18h30 de domingo.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 x 0 CHAPECOENSE

GOIÁS - Renan; Gimenez, Felipe Macedo, Valmir Lucas, Diogo Barbosa; Rodrigo, Patrick, Murilo Henrique (Liniker), Felipe Menezes (Ruan); Bruno Henrique e Erik (Carlos). Técnico: Julinho Camargo.

CHAPECOENSE - Danilo; Apodi, Vilson, Neto, Dener Assunção; Elicarlos, Bruno Silva, Gil (Cleber Santana); Tiago Luis (Wagner), Bruno Rangel e Ananias (Hyoran). Técnico: Vinícius Eutrópio.

CARTÕES AMARELOS - Bruno Henrique (Goiás); Gil, Bruno Silva e Vilson (Chapecoense).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

RENDA - R$ 24.185,00.

PÚBLICO - 1.619 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGoiásChapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.