Em jogo lento, Fluminense empata com Grêmio no Rio

Com o 0 a 0 no placar, no Rio, ambas as equipes seguem na zona intermediária da tabela do campeonato

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 18h37

Em busca de uma vaga no G-4, Fluminense e Grêmio fizeram um jogo lento e pouco criativo e não saíram de um empate sem gols neste domingo, no Maracanã. Com o resultado, o time carioca chegou aos nove pontos, enquanto os gremistas somam oito, ambos na zona intermediária da tabela.

Veja também:

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Não fizemos uma boa exibição. Deixamos o Grêmio dominar o meio de campo e ditar o ritmo do jogo. Criamos poucas chances", lamentou Leandro Amaral, que entrou no segundo tempo.

Foi um primeiro tempo de poucas oportunidades de gol e pouco futebol. As equipes fizeram um jogo equilibrado, mas sem muita criatividade. O Grêmio ditava o ritmo do jogo e levava mais perigo explorando a equivocada linha de impedimento dos donos da casa.

O Fluminense tentava se impor, mas era bem anulado pela marcação do Grêmio, que construía bons contra-ataques. Logo aos quatro minutos, a melhor chance da etapa. Maxi López foi à linha de fundo e cruzou para Tcheco perder gol feito, chutando com força no travessão, sem goleiro. Mais quatro minutos e foi a vez de Alex Mineiro desperdiçar, chutando para fora na saída de Ricardo Berna.

Os donos da casa tinham extrema dificuldade em finalizar. Nas poucas chances que criou, Fred cabeceou com perigo aos 12 minutos, mas o goleiro Marcelo Grohe fez boa defesa. Thiago Neves, aos 40 minutos, também tentou de cabeça, porém mandou para fora.

O panorama pouco mudou no segundo tempo. A partida era jogada em ritmo lento por ambas as equipes, com as defesas se sobressaindo sobre os ataques. O Grêmio tinha até maior volume de jogo, cozinhando a partida a seu gosto, satisfeito com o empate e indo à frente em busca de um eventual gol vitorioso sem muitos riscos.

Envolvido, o Fluminense praticamente limitava-se a bolas alçadas na área, que não encontrava, porém, destino certo. Carlos Alberto Parreira tentou dar maior poderio ofensivo a sua equipe lançando Leandro Amaral no lugar de Marquinho.

O time anfitrião até pressionou um pouco mais nos últimos 15 minutos, mais graças ao adversário que se encolheu para preservar o resultado do que pelos próprios méritos. Nem a expulsão de Douglas melhorou as coisas para o Fluminense. A única chance clara foi desperdiçada por Thiago Neves, aos 42. O meia chutou mal depois de receber livre pela direita e Marcelo defendeu, garantindo o ponto fora de casa para os gaúchos.

Na próxima rodada, o Fluminense vai visitar o Avaí em Florianópolis, no sábado, enquanto o Grêmio receberá o Goiás, no Olímpico, no mesmo dia.

Fluminense 0 x 0 Grêmio

Fluminense - Ricardo Berna; Diogo (Maicon), Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro, Marquinho (Leandro Amaral), Carlos Eduardo (Diguinho) e Darío Conca; Thiago Neves e Fred. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Grêmio - Marcelo Grohe; Thiego, Léo, Rafael Marques e Fábio Santos; Adílson, Túlio, Tcheco e Souza; Alex Mineiro (Douglas Costa) e Maxi López (Herrera). Técnico: Paulo Autuori.

Cartões amarelos - Maxi López, Tcheco, Túlio e Herrera (Grêmio); Diguinho (Fluminense).

Cartão vermelho - Douglas Costa (Grêmio).

Árbitro - José Henrique de Carvalho (SP).

Renda - R$ 239.747,50.

Público - 16.270 pagantes.

Local - Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.