Claudio Peri / EFE
Claudio Peri / EFE

Em jogo marcado por ato de discriminação, Roma vence o Napoli no Italiano

Partida foi paralisada no segundo tempo por cantos xenofóbicos da torcida da casa contra os napolitanos

Redação, Estadao Conteudo

02 de novembro de 2019 | 14h33

Em partida marcada por atos de discriminação, a Roma derrotou o Napoli por 2 a 1, neste sábado, no estádio Olímpico de Roma, engatou a terceira vitória seguida no Campeonato Italiano e subiu para o terceiro lugar. A partida abriu a 11ª rodada da competição.

Invicta há seis jogos, a Roma, com o novo triunfo, subiu para o terceiro lugar, com 22 pontos, e, além de se consolidar na zona de classificação à Liga dos Campeões, se aproximou de Inter de Milão e Juventus, segunda colocada e líder, respectivamente.

O Napoli, em contrapartida, chegou ao terceiro jogo sem vencer e perdeu a oportunidade de ingressar no grupo dos quatro primeiros. Parou nos 18 pontos e está em sexto lugar.

Zaniolo abriu o placar em um bonito arremate da entrada da área, e Veretout, de pênalti, fez o segundo para a Roma. Os visitantes marcaram com Milik, mas não conseguiu reverter a desvantagem, mesmo quando ficaram com um jogador a mais depois que a equipe da casa teve Cetin expulso.

No segundo tempo, cânticos discriminatórios vindos de uma torcida organizada da Roma contra os napolitanos fizeram o árbitro Gianluca Rocchi paralisar a partida por cerca de dois minutos. O capitão sérvio Edin Dzeko pediu aos torcedores para que cessassem o coro xenofóbico.

Antes da interrupção da partida, os alto-falantes do Olímpico já haviam pedido para a torcida da casa parar com os coros discriminatórios contra os napolitanos. A paralisação do jogo por conta de discriminação faz parte do protocolo de três passos da Uefa, em que o árbitros têm a autonomia de interromper a partida num primeiro momento e, se o comportamento discriminatório continuar, encerrá-la.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.