Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Em jogo morno, Corinthians derrota Mirassol em Volta Redonda pelo Paulistão

Placar de 1 a 0 garante à equipe de Vagner Mancini a quarta vitória consecutiva na temporada

Almir Leite, Estadão Conteúdo

23 de março de 2021 | 23h22

A eficiência deu ao Corinthians a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol na noite desta terça-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Na primeira partida da história centenária do Campeonato Paulista Sicredi 2021 disputada fora do Estado, o alvinegro finalizou bem menos do que o adversário.

Mas o time do interior mostrou uma incrível deficiência nas conclusões e ainda perdeu um pênalti aos 47 minutos da etapa final. Foi castigo com a derrota. Com 11 pontos, o Corinthians lidera o Grupo A. Com oito, o Mirassol comanda o Grupo D.

A máxima do futebol (uma delas) que diz que quem não faz toma foi vista nesta terça em Volta Redonda. Nos primeiros 20 minutos, praticamente só deu Mirassol. Explorando sobretudo o lado direito da defesa corintiana, o time do interior tomou conta do jogo. E foi criando, e desperdiçando, chances de gol. Foram duas com Pedro Lucas, uma com Diego Gonçalves, outra com Cássio Gabriel.

Então, o Corinthians chegou. E foi fatal. Gabriel deu belo lançamento para Fagner, que cruzou para Gustavo Mosquito, na grande área, bater de primeira. O gol saiu aos 20 minutos, antes da paralisação em respeito às vítimas da covid-19 - a Federação Paulista de Futebol (FPF), que insiste em jogar, aceitou fazer campanha de conscientização, que teve como outro ato os atletas entrando em campo com máscaras. Mas só foi confirmado após o minuto de silêncio, após consulta ao VAR, pois havia dúvida se Jô não havia atrapalhado o goleiro.

O gol foi, a rigor, a única coisa eficiente que o Corinthians fez na etapa inicial. Depois disso e da parada, o Mirassol continuou dominando, e perdendo chances. Foram pelo menos mais três. A segunda etapa foi mais equilibrada. O Mirassol continuou tentando se manter ofensivo, mas como isso deu espaço ao Corinthians, que passou a se sentir mais confortável em campo. O alvinegro tomou alguns sustos, mas passou a incomodar Alex Muralha. Ramiro, por exemplo, acertou a trave com belo chute de fora da área.

O Mirassol continuou mal nas conclusões, o Corinthians passou a administrar o resultado, mas levou um susto quando Fábio Santos colocou a mão na bola na área. Mas Cássio pegou o pênalti cobrado por Fabrício e deu a vitória ao Corinthians.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 0 x 1 CORINTHIANS

MIRASSOL - Alex Muralha; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê (Carlão) e Moraes; Oyama, Neto Moura (Rodolfo), Diego Gonçalves (Lucas Silva), Cássio Gabriel (Rafinha) e Fabrício; Pedro Lucas (Ernandes). Técnico: Eduardo Baptista.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner (Bruno Méndez), Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro (Camacho) e Otero; Rodrigo Varanda (Cazares), Gustavo Mosquito (Léo Natel) e Jô (Cauê). Técnico: Vagner Mancini.

GOL - Gustavo Mosquito, aos 20 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Neto Moura, Jemerso e Cauê.

ÁRBITRO - Vinícius Araújo.

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.