Jon Super/AP
Jon Super/AP

Em jogo sofrido, Liverpool bate Tottenham no Inglês

Balotelli, que fez seu primeiro gol na Premier League pelos Reds, foi o herói do jogo; Arsenal suou para superar o modesto Leicester

Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2015 | 20h05

Os anfitriões Liverpool e Arsenal sofreram diante de suas torcidas nesta terça-feira, mas saíram de campo aliviados com vitórias importantes em rodada do Campeonato Inglês. O time londrino suou para bater o lanterna Leicester por 2 a 1 no Emirates Stadium, enquanto o Liverpool contou com gol salvador de Mario Balotelli nos minutos finais para sacramentar o triunfo por 3 a 2 sobre o Tottenham, rival direto na tabela.

Na capital, o Arsenal não teve dificuldades para abrir 2 a 0 na etapa inicial. Laurent Koscielny abriu o placar aos 27 e Theo Walcott ampliou aos 41. Diante do último colocado da competição, parecia que a vitória era só questão de tempo. Até que o Leicester acordou no segundo tempo. Descontou, com gol de Andrej Kramaric aos 16, e partiu para cima em busca do empate. O Arsenal, então, se defendeu como pôde e comemorou o triunfo no apito final.

O resultado manteve a equipe do técnico Arsène Wenger próxima dos líderes da tabela. Com 45 pontos, ocupa o quarto lugar, com a mesma pontuação do Southampton, dono da terceira posição. O Chelsea lidera com folga, com 56 pontos, enquanto o Manchester City acumula 49.

Em Liverpool, os donos da casa também sofreram até o último minuto da partida. O time esteve na frente no placar duas vezes durante o jogo, mas não conseguiu sustentar a vantagem por muito tempo. Lazar Markovic abriu o marcador aos 15 minutos, mas a zaga do Liverpool vacilou e Harry Kane empatou aos 26.

Na segunda etapa, o roteiro se repetiu quando Steven Gerrard anotou o segundo dos anfitriões em cobrança de pênalti, aos 8. Mas, oito minutos depois, Moussa Dembele igualou tudo ao completar, em posição duvidosa, cruzamento da esquerda, após cobrança de falta na área. Antes disso, o goleiro Simon Mignolet já havia salvado o Liverpool em pelo menos dois lances decisivos.

O Tottenham tentou recuperar o meio-campo com a entrada de Paulinho, ex-Corinthians. O Liverpool foi de Balotelli para decidir o jogo. E teve mais sucesso. O italiano completou cruzamento rasteiro aos 38 minutos do segundo tempo e praticamente decretou a vitória dos mandantes. O Tottenham aumentou a pressão nos instantes finais, mas não conseguiu furar novamente a defesa adversária.

Apesar do triunfo, o Liverpool segue atrás do rival na tabela. Com 42 pontos, tem um a menos que o Tottenham e ocupa a sétima colocação. Ainda nesta terça, o Hull City derrotou o Aston Villa por 2 a 0, mesmo placar da vitória do Queens Park Rangers sobre o Sunderland.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.