Em jogo violento, Palmeiras empata com o Grêmio no Olímpico

O 1 a 1 deixa a equipe paulista dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2008

14 de julho de 2007 | 18h30

Em uma partida bastante movimentada, e que ganhou ares de batalha no final, o Palmeiras empatou por 1 a 1 com o Grêmio, no Estádio Olímpico, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Prova do empenho, por vezes exagerado, dos times, foram os 10 cartões amarelos distribuídos pela arbitragem.Com o empate, o Palmeiras chegou a 18 pontos, superou o Vasco na classificação e assumiu a quarta posição, eventualmente dentro do grupo que vai à Libertadores do ano que vem. O Grêmio vem na sétima posição, com 17 pontos.O Palmeiras entrou em campo com fitas pretas amarradas no braço por conta da morte do atacante Alemão, vítima de um acidente de carro no último domingo.O primeiro tempo foi de muita velocidade dos dois times, mas com domínio gremista. O time gaúcho abriu o placar aos 28. Após cruzamento de Patricio, Ramon cabeceou na pequena área. A bola bateu no travessão, dentro do gol e saiu. Apesar das reclamações palmeirenses, o árbitro confirmou o placar de 1 a 0. Este foi o primeiro gol sofrido por Diego em quatro jogos.No segundo tempo, o jogo ficou mais cadenciado, e com o Palmeiras mais perigoso no ataque, após a entra de Valdivia no intervalo. Foi dele o passe que deu origem ao gol de empate, quando a bola chegou para Leandro na esquerda, que cruzou para Luis cabecear meio torto. Saja foi mal no lance e a bola acabou entrando, aos 26.Após o empate palmeirense, os ânimos se exaltaram e o jogo ganhou ares de batalha. Com isto, a partida perdeu em qualidade e o gol passou a ser uma questão de quem lutou mais. Como Grêmio e Palmeiras foram iguais na luta, o resultado ficou em 1 a 1.Palmeiras perto da vitóriaO palmeiras ameaçou pouco no primeiro tempo, mas mesmo assim quase conseguiu marcar, dois minutos antes de sofrer o gol. Deyvid recebeu na área e bateu encobrindo o goleiro Saja. A zaga salvou quase em cima da linha.Melhor na segunda etapa, aos 15, depois de uma cobrança de escanteio, Saja saiu mal e a bola sobrou limpa para Nen, que bateu firme, mas em cima da zaga, que estava quase sobre a linha e mais uma vez salvou o Grêmio.Na próxima rodada, o Palmeiras encara o clássico contra o Santos, no Palestra Itália, na quinta-feira. No mesmo dia, o Grêmio visita o Goiás, no Serra Dourada.GRÊMIO 1 X 1 PALMEIRASGrêmio - Saja; William, Schiavi e Thiego; Patrício, Gavilán (Edmílson), Diego Souza, Lúcio e Adilson (Nunes); Éverton e Ramón (Carlos Eduardo ). Técnico: Mano Menezes.Palmeiras - Diego Cavalieri; Nen , Gustavo e Dininho; Paulo Sérgio (Luiz Henrique), Pierre, Wendel , Deyvid (Makelele ), Caio (Valdivia) e Leandro; Luís . Técnico: Caio Júnior.Gols -Ramon, aos 28 minutos do primeiro tempo; Luís, aos 26 do segundo tempo.Árbitro - Clever Assunção Gonçalves (MG).Renda e público -Não disponívelLocal - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.