Acervo/Estadão
Acervo/Estadão

Em Liverpool, Pelé e Garrincha fizeram o último jogo juntos pelo Brasil

Craques que nunca perderam uma partida na seleção brasileira venceram a Bulgária na Copa do Mundo de 1966

Almir Leite, enviado especial a Londres, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2018 | 07h00

A seleção brasileira vai enfrentar a Croácia no domingo na cidade onde Garrincha e Pelé jogaram juntos pela última vez. Isso ocorreu há quase 52 anos, no primeiro jogo do então bicampeão na Copa da Inglaterra. Cada um fez um gol, um em cada tempo, e a seleção venceu a Bulgária por 2 a 0, em 16 de julho de 1966. O Rei tinha na época 25 anos; o Anjo, 32.

Confira a página especial da Copa do Mundo da Rússia

Visitantes vencedores ajudam a elevar confiança da seleção antes da Copa

Danilo credita presença na Copa à troca do Real pelo City

Vencer, aliás, era algo corriqueiro para a dupla. Pelé e Garrincha jogaram juntos pela seleção durante oito anos, desde um pouco antes da Copa da Suécia, em 1958. Jamais perderam. Foram 40 partidas, com 35 vitórias do Brasil e cinco empates.

Aquela vitória sobre a Bulgária seria a única do Brasil na fracassada campanha. Em seguida, com Pelé machucado, derrota por 3 a 1 para a Hungria. E no jogo que marcaria a despedida, com Garrincha barrado e Pelé caçado em campo, outro revés por 3 a 1, agora para Portugal.

A última partida da dupla com a camisa da seleção ocorreu no estádio Goodison Park, diante de pouco mais de 47 mil pessoas. Domingo, o jogo vai ocorrer em Anfield Road, o moderno estádio do Liverpool.

Pelé abriu o caminho para a vitória sobre os búlgaros com um gol de falta aos 15 minutos. Foi também o primeiro gol da Copa do Mundo. Também de falta, Garrincha fez o segundo gol brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.