Em Londrina, Figueirense joga contra o Santos e a crise

Time catarinense é lanterna do Brasileiro e não tem sequer um gol no torneio

Tomás M. Petersen, Agência Estado

11 de maio de 2014 | 07h45

FLORIANÓPOLIS - Além do adversário dentro de campo, o Figueirense joga contra a crise. Para partida contra o Santos, neste domingo, às 18h30, o time de Florianópolis viaja até Londrina (PR), onde mandará o jogo no estádio do Café, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Lanterna sem fazer um gol sequer e vindo de duas derrotas em uma semana (para o Criciúma, na terceira rodada, e Bragantino, na Copa do Brasil), uma vitória é de fundamental importância.

Após a derrota para o Bragantino, na última quarta-feira, o técnico Guto Ferreira avaliou as deficiências do time, recém assumido sob seu comando. "A equipe conseguiu ser um pouco mais ofensiva, mas com muito erro de posicionamento e uma certa lentidão no meio de campo. Acho que os atacantes estão jogando de uma forma muito direta, sem tanto apoio dos volantes", disse.

Para o confronto contra o Santos, o Figueirense terá quatro desfalques: os zagueiros Thiago Heleno e Nirley e o volante Paulo Roberto, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e o meia Giovanni Augusto, que se recupera de estiramento muscular.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFigueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.