Cesar Greco| Estadão Conteúdo
Cesar Greco| Estadão Conteúdo

Em Londrina, Palmeiras ‘visita’ o lanterna América-MG

Torcida alviverde do norte do Paraná vai comparecer em peso no jogo contra mineiros

Glauco de Pierri e Carolina Werneck, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

09 Outubro 2016 | 07h00

Líder do Campeonato Brasileiro com 57 pontos, na teoria o Palmeiras é visitante hoje contra o América-MG, último colocado do torneio e com 99% de chances de ser rebaixado para a Série B. Na prática, a equipe do técnico Cuca será o dono da casa, já que o time mineiro vendeu o mando de campo e a partida será disputada no Estádio do Café, em Londrina, no norte do Paraná, região onde a torcida do Alviverde é grande.

Os ingressos para o duelo estão sendo comercializados em nome do América-MG, uma vez que o Palmeiras cumpre punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa da briga de torcidas na partida contra o Flamengo, em junho, em Brasília. Assim, a equipe não tem direito à cota de visitantes – dos cinco jogos de punição, esse será o terceiro.

Na prática, no entanto, o clube paulista deve ter amplo apoio da torcida, que é uma das maiores do norte do Paraná.

De acordo com recente pesquisa realizada pela Meltex, empresa que administra a franquia da loja oficial do Palmeiras, o time tem cerca de 100 mil torcedores naquela região, 65 mil deles só em Londrina.

Para a partida, o técnico Cuca terá o retorno do atacante Dudu, que cumpriu suspensão automática contra o Santa Cruz. O treinador faz mistério, e não quis anunciar o substituto de Gabriel Jesus, que está com a seleção brasileira. Como Leandro Pereira e Alecsandro sentem dores musculares, Rafael Marque sdeve ficar com a vaga.

Além de Gabriel Jesus, os outros selecionáveis da equipe, o colombiano Yerry Mina e o paraguaio Lucas Barrios, além do goleiro Fernando Prass, em recuperação de uma cirurgia no cotovelo direito, e o lateral-direito João Pedro, com uma lesão no joelho, estão fora.

Apesar da vantagem de três pontos sobre o Flamengo na tabela, além de ter uma vitória a mais e melhor saldo de gols, Cuca diz que ainda falta muito para o título do Brasileirão. “Faltam 10 jogos, é muita coisa, são 30 pontos. Estamos construindo uma obra e já temos 28 andares erguidos, faltam 10. Continuaremos a nossa construção, assim como a gente vem fazendo. Temos de fazer o feijão com arroz e torcer para que seja o suficiente para ser campeão.”

O comandante ainda diz que apesar de ocupar a lanterna, o América-MG é um adversário perigoso. “Eles lutam pela sobrevivência. Cada jogo tem a sua dificuldade, não tem jogo fácil. Nós temos de trabalhar muito”, afirmou. “Tenho certeza da dificuldade que enfrentaremos. Não tem vida fácil, temos de nos preparar para um jogo difícil”, emendou.

Cuca ainda negou que o fato de o jogo ser realizado em Londrina será um benefício ao Palmeiras. “É engano pensar que é vantajoso jogar contra o América em Londrina. Teremos de viajar para lá também, um ar novo que não é o meu”, explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.