Divulgação/Santos FC
Divulgação/Santos FC

Em má fase, Alison e Derlis vão desfalcar o Santos contra o Inter

Volante e atacante estão suspensos por causa do terceiro cartão amarelo

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

20 de maio de 2019 | 17h27

O Santos só voltará a campo no próximo domingo, quando enfrentará o Internacional, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, mas já sabe que precisará lidar com dois desfalques na Vila Belmiro. O técnico Jorge Sampaoli não poderá contar com o volante Alison e o atacante paraguaio Derlis González, ambos em má fase e suspensos.

Sábado, na derrota por 4 a 0 para o Palmeiras, no Pacaembu, ambos foram advertidos com o terceiro cartão amarelo e ainda tiveram atuações que evidenciaram o momento complicado que vivem no Santos.

O clássico contra o Palmeiras foi o primeiro jogo do Santos nesta edição do Brasileirão em que Alison atuou como titular. O volante havia sido aproveitado por Sampaoli em outros dois compromissos, diante de Grêmio e Vasco. Mas em ambos foi acionado no banco de reservas.

Nesses três jogos, uma coincidência: Alison foi advertido em todos eles com o cartão amarelo, o que o deixará de fora do duelo com o Inter. Além disso, o volante é o atleta que mais vezes foi amarelado no clube nesta temporada - foram dez cartões.

Alison, aliás, com 22 partidas disputadas, é um dos dez jogadores que mais vezes atuou em 2019 pelo Santos. Mas as variações táticas adotadas pelo treinador têm deixado o volante fora da formação titular, com Jean Lucas sendo preferencialmente o escolhido para jogar ao lado do titular absoluto Diego Pituca, algo que também deverá ser adotado contra o Inter.

Terceiro maior artilheiro do Santos em 2019, com sete gols marcados, Derlis González ampliou o seu jejum em 2019. O último gol do paraguaio foi marcado em 31 de março, na derrota por 2 a 1 para o Corinthians, no duelo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

Depois disso, Derlis entrou em campo mais dez vezes pelo Santos e não marcou mais nenhum gol. Para piorar, o amarelo recebido contra o Palmeiras foi o seu oitavo em 2019, o que o deixa atrás apenas de Alison na questão disciplinar e empatado com Diego Pituca.

Esta será a sua segunda suspensão no Brasileirão, sendo a primeira tendo sido cumprida após ter sido expulso depois do apito final da vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, na primeira rodada do torneio nacional.

Além disso, Derlis poderá demorar a voltar a defender o Santos, pois foi incluído pelo técnico Eduardo Berizzo na lista preliminar de convocados da seleção paraguaia visando a disputa da Copa América no Brasil.

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.