Felipe Oliveira / EC Bahia
Felipe Oliveira / EC Bahia

Em má fase, Bahia visita a Chapecoense para dar um fim ao jejum de vitórias

Reforços, centroavante Gilberto e lateral Bruno devem estrear devido às situações físicas de titulares

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2018 | 07h26

Em mau momento e com um ataque inoperante, o Bahia visita a Chapecoense em busca de uma boa atuação que possa trazer de volta uma vitória e a tranquilidade. A partida será na casa do adversário, a Arena Condá, em Chapecó (SC), nesta quinta-feira, às 19h30, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Com sinal de alerta ligado, Chapecoense promete atacar o Bahia na Arena Condá

+ Em fases semelhantes, Vasco e Fluminense fazem clássico em busca de reconstrução

+ Sem vencer há 4 jogos, Cruzeiro tenta dar resposta à torcida contra o América-MG

O revés na final da Copa do Nordeste para o Sampaio Corrêa e a atuação ruim diante do Vasco, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, aumentaram a desconfiança da torcida em relação à equipe. O time baiano se classificou na competição nacional, apesar da derrota por 2 a 0 no Rio de Janeiro, já que havia vencido o jogo da ida por 3 a 0, mas isso não apaga a má impressão.

O momento, claramente, não é dos melhores: são quatro jogos consecutivos sem vencer, com duas derrotas e dois empates, e nenhum gol marcado neste período. O Bahia terá reforços para retomar o caminho das vitórias e deixar a zona de rebaixamento.

O lateral-direito Bruno, que veio do São Paulo, e o centroavante Gilberto, anteriormente no futebol turco, já foram regularizados e viraram opções de última hora para o técnico Enderson Moreira, este que ainda não venceu no comando do time baiano desde que chegou para substituir Guto Ferreira.

E a chance de a dupla entrar em campo nesta quinta-feira é boa, já que Nino Paraíba saiu machucado do jogo contra o Vasco e deve deixar uma lacuna na direita. Na frente, Edigar Junio não está em sua melhor condição física e se sacrificou para jogar os 90 minutos no estádio de São Januário. A tendência é que Gilberto seja reserva e entre no decorrer do jogo. Outras mudanças podem ocorrer, dada a instabilidade da equipe nos últimos jogos.

Além disso, o meia Marco Antônio, entregue ao departamento médico por muito tempo, está apto para retornar aos gramados. Por outro lado, o goleiro Douglas, com o cotovelo lesionado, e o atacante Kayke, tratando de lesão muscular na coxa, seguem sem condições de jogo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.