Em má fase, Milan recebe visita do presidente Berlusconi

Em uma rara visita ao treino do Milan, o presidente Silvio Berlusconi conversou com o elenco italiano na tentativa de reanimar o time que vive má fase nesta temporada. O dirigente chegou a Milanello de helicóptero e assistiu a parte do treino antes de abordar os jogadores.

AE, Agência Estado

16 de novembro de 2012 | 17h45

O ex-primeiro ministro italiano conversou jogadores, entre eles Stephen El Shaarawy, principal atacante do time nesta temporada, e o técnico Massimiliano Allegri. Ao todo, Berlusconi manteve uma conversa de 10 minutos tentando erguer o ânimo da equipe, abalada pelos resultados negativos neste segundo semestre.

Berlusconi, que não aparecia Milanello desde outubro de 2011, aproveitou a visita para negar a venda do clube. Rumores apontavam uma negociação do dirigente com o Guangzhou

Evergrande, time chinês treinado pelo italiano Marcello Lippi.

"Não há qualquer negociação. Os chineses poderiam vir até o clube como patrocinadores. Não faz sentido vender o time agora. Primeiro temos que voltar ao topo, depois poderemos considerar esta possibilidade", comentou o presidente do Milan.

Campeão italiano no período 2010/2011, o Milan perdeu seis dos seus 12 primeiros jogos nesta temporada. Atualmente ocupa a 12ª colocação da tabela do campeonato nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMilanBerlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.