Em má fase, Roma é eliminada da Copa da Itália em casa por time da 2ª Divisão

A fase realmente não é das melhores para a Roma na atual temporada. Jogando um péssimo futebol nas últimas semanas, a equipe da capital deu mais um vexame nesta quarta-feira ao ser eliminada nas oitavas de final da Copa da Itália pelo modesto Spezia, da segunda divisão, em pleno estádio Olímpico, em Roma. No tempo normal e na prorrogação, nada de gols e a vaga foi decidida na disputa por pênaltis, vencida pelo rival da região da Ligúria por 4 a 2.

Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2015 | 15h05

A inesperada derrota pode causar até a demissão do técnico Rudi Garcia, já que o time não tem jogado bem. No Campeonato Italiano, lutava pela liderança e atualmente ocupa a quinta colocação - atrás de Internazionale, Napoli, Fiorentina e Juventus. Na Liga dos Campeões da Europa, até passou às oitavas de final, mas a duras penas - a equipe somou apenas seis pontos em seis partidas e a vaga só veio com um empate sem gols com o modesto BATE Borisov, da Bielo-Rússia, em Roma. O próximo rival será o poderoso Real Madrid.

O Spezia, agora, avança às quartas de final e vai encarar em casa o Alexandria, líder da terceira divisão, que no dia anterior surpreendeu o Genoa, em Gênova. Assim, pelo menos um clube sem tradição estará nas semifinais do torneio - nesta fase o adversário poderá ser Sampdoria, Milan ou até mesmo a Fiorentina.

Com uma equipe mista, formada por dois brasileiros - o zagueiro Leandro Castán e o lateral-direito Maicon -, o centroavante Dzeko e o meia Pjanic (ambos bósnios), a Roma não teve forças para superar a retranca armada pelo Spezia, que não assustava a defesa romana. Assim, o jogo ficou concentrado no meio de campo e o 0 a 0 foi inevitável.

Nos pênaltis, a Roma perdeu as duas primeiras cobranças, com Pjanic e Dzeko. De Rossi e Digne marcaram, mas não foi suficiente porque o Spezia converteu os quatro pênaltis que bateu e conseguiu a surpreendente classificação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa da ItáliaRomaSpezia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.