Rafael Marchante/Reuters
Rafael Marchante/Reuters

Em má fase, Zenit anuncia saída do técnico Luciano Spalletti

Italiano estava no cargo desde dezembro de 2009 e conquistou dois títulos do Campeonato Russo em sua passagem pelo país

Agência Estado

11 de março de 2014 | 10h05

SÃO PETERSBURGO - O Zenit anunciou oficialmente nesta terça-feira a demissão do técnico italiano Luciano Spalletti, que não resistiu ao momento ruim vivido pelo time russo. A equipe que conta com o atacante brasileiro Hulk acumulou apenas uma vitória nos últimos 11 jogos oficiais que disputou, sendo que em um deles caiu por 4 a 2 diante do Borussia Dortmund, em 25 de fevereiro, em São Petersburgo, no confronto de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Spalletti, de 55 anos de idade, estava no cargo desde dezembro de 2009 e no período acumulou dois títulos do Campeonato Russo, um da Copa da Rússia e um da Supercopa do país. Para completar, conseguiu levar o time duas vezes às quartas de final da Liga dos Campeões.

O Zenit agradeceu Spalletti pelos serviços prestados ao clube e também confirmou que o ex-jogador da seleção russa Sergei Semak assumirá o cargo, inicialmente de forma interina. Com apenas 38 anos de idade, ele vinha trabalhando como auxiliar técnico no Zenit desde 2013, no qual também encerrou a sua carreira como jogador defendendo justamente o Zenit, após passagens anteriores por Paris Saint-Germain, FC Moscou e Rubin Kazan. Antes disso, o ex-meio-campista atuou por dez anos pelo CSKA Moscou.

Após encerrar o longo de ciclo de Spalletti no comando do time, o Zenit disputará o jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões no próximo dia 19, na Alemanha, onde tentará reverter a larga vantagem do Borussia, que poderá perder por até 2 a 0 para avançar na competição, tendo em vista os quatro gols que fez fora de casa no duelo de ida do mata-mata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.