Divulgação/ Rivellino Sport Center
Divulgação/ Rivellino Sport Center

Em meio à pandemia, escolinha de futebol de Rivellino encerra as atividades

Localizada no bairro do Morumbi, em São Paulo, escola atendeu crianças de 5 a 15 anos durante 25 anos

Andreza Galdeano, Estadao Conteudo

30 de junho de 2020 | 16h30

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a tradicional escola de futebol Rivellino Sport Center divulgou o encerramento de suas atividades por meio de nota oficial nesta terça-feira. Localizada no bairro do Morumbi, em São Paulo, a escolinha dava aulas para crianças de 5 a 15 anos. Ela ficou aberta durante 25 anos.

"Agradecemos a todos que compartilharam inúmeros momentos felizes nesses anos da Rivellino Sport Center e nos ajudaram a escrever essa história de sucesso. Temos muita satisfação e um orgulho imenso de ter feito parte da vida de vocês, participando de momentos de alegria e confraternização. Por tudo isso, é com muito pesar que anunciamos o encerramento das nossas atividades", informa comunicado assinado pelo tricampeão mundial.

A nota também reforça o pedido para que os alunos entrem em contato para "solucionar as pendências e as restrições necessárias" antes do fechamento da escola. Rivellino vestiu a camisa da seleção brasileira por 122 vezes. Ele ajudou o Brasil a conquistar o tricampeonato mundial em 1970 e também foi convocado para os Mundiais de 1974 e 1978. Em sua carreira de clubes, ele defendeu o Corinthians entre 1965 e 1974 e depois atuou pelo Fluminense de 1975 a 1978, antes de encerrar a sua trajetória nos gramados pelo Al-Hilal, da Arábia Saudita, entre 1979 e 1981.

Na escolinha, o camisa 10 sempre deu plantões. Chegava a entrar em quadra para ensinar os meninos a bater na bola. Apesar de defender que o jogador já nasce com talento para jogar, a escolinha também tinha como suas diretrizes formar o caráter de meninos e meninas que a frequentavam, dar exemplo de competitividade e respeito. Rivellino é comentarista do Cartão Verde, da TV Cultura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.