Reprodução/Goiás Twitter
Reprodução/Goiás Twitter

Em meio a turbulência, Goiás aposta na volta de Rafael Moura no clássico

Time vai a campo contra o Atlético-GO tendo o novo técnico Thiago Larghi presente no estádio

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2020 | 15h09

O Goiás ainda não venceu no Campeonato Brasileiro e vai tentar colocar um fim no jejum neste sábado, quando faz o clássico contra o Atlético-GO, às 21 horas, na Serrinha, pela quinta rodada. O time vai a campo com o experiente Rafael Moura no comando do ataque e tendo o novo técnico Thiago Larghi, presente no estádio.

Após a equipe somar apenas um ponto em três jogos - a estreia contra o São Paulo foi adiada -, a diretoria fez mudanças no departamento de futebol na última quinta-feira, um dia após a derrota para o Fortaleza por 3 a 1, e anunciou as saídas do técnico Ney Franco e do gestor Túlio Lustosa.

A vaga de treinador será ocupada por Larghi, que dirigiu o Atlético-MG em 2018 e foi anunciado na noite de sexta-feira. Mas a vaga de gestor foi ocupada por Harlei Menezes, ex-goleiro do clube entre 1999 a 2004. Neste sábado, o time será comandado interinamente neste sábado por Glauber Ramos, que é auxiliar técnico do time de juniores.

A boa notícia é que o artilheiro Rafael Moura está de volta. O experiente atacante estava entre os atletas que testaram positivo para covid-19 antes da estreia e, como precisou tomar corticoide, teve de aguardar a liberação do controle de dopagem.

No entanto, Glauber Ramos não vai poder escalar quatro jogadores que testaram positivo para covid-19 - três deles já estavam afastados e um foi detectado nesta sexta-feira. Os nomes não foram divulgados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.