Lucas Merçon / Fluminense FC
Lucas Merçon / Fluminense FC

Em Minas Gerais, Fluminense faz sua estreia na Copa do Brasil contra a Caldense

Time mineiro tem os mesmos números do Flu em 2017, mas não vence há três jogos

Estadão Conteúdo

31 Janeiro 2018 | 06h18

Depois de conquistar a primeira vitória do ano, ao bater o Madureira por 2 a 1 pela quarta rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense volta as atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time estreia em confronto contra a Caldense, às 19h30, no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), pela primeira fase.

+ Pedro agradece elogios de Abel e espera se firmar no Fluminense

+ Abel aponta evolução do Flu e time 'mais leve' antes de estreia na Copa do Brasil

A vaga para a segunda fase é disputada em jogo único, com a vantagem do empate para o time visitante, melhor qualificado pelo ranking da CBF. Ou seja, uma igualdade no placar classifica o Fluminense. Os jogos de ida e volta só começam na terceira fase, com a novidade de que o gol fora de casa não contará como critério de desempate.

O time carioca ainda busca recuperar a confiança da torcida, que viu o elenco ser desmanchado durante a pré-temporada. No Estadual jogou quatro rodadas, com uma derrota, dois empates e apenas uma vitória, conquistada no último domingo.

Diante deste cenário, o vexame de uma eliminação precoce na Copa do Brasil conturbaria muito ambiente do clube. Por isso, o técnico Abel Braga encerrou a preparação para o jogo com um treino fechado no CT Pedro Antônio, no Rio de Janeiro. As principais dúvidas são o lateral-esquerdo Ibañez e o atacante Robinho, que reclamaram de dores, mas viajaram para Poços de Caldas.

A Caldense apresenta no Campeonato Mineiro números iguais ao do Fluminense no Campeonato Carioca, com uma vitória, dois empates e uma derrota. No entanto, fez o caminho inverso. Estreou com um triunfo e não vence desde a segunda rodada. No último domingo, foi derrotado por 2 a 1 pelo Tupi.

Apesar da fase oscilante, o técnico Zezito deve preservar a base do time que vem sendo escalado no Estadual. A única dúvida é o meia Potita, que sofreu um corte na cabeça no jogo contra o Tupi e será avaliado pelo departamento médico para saber se poderá atuar.

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa do Brasil Fluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.