Em Minas, Vasco derrota o América-MG e retorna ao G-4

Time carioca acaba com a invencibilidade do donos da casa no estádio Independência, em Belo Horizonte

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

06 Setembro 2014 | 18h29

Ainda sem contar com o técnico Joel Santana, o Vasco jogou bem, venceu o América-MG por 3 a 2 e voltou ao G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, tomando o lugar que o adversário ocupava. Com a vitória deste sábado, pela 20.ª rodada, o time carioca acabou com a invencibilidade do donos da casa no estádio Independência, em Belo Horizonte.

A equipe mineira foi bem no primeiro tempo, mas pecou ao diminuir o ritmo na etapa final. A derrota acabou custando duas posições na tabela de classificação - terminou a rodada em sexto lugar.

O novo técnico do Vasco, Joel Santana, deve ser apresentado nesta segunda-feira. É a quinta vez que o experiente treinador assume o time cruzmaltino, agora com a responsabilidade de reconduzir a equipe à elite do futebol brasileiro.

Apoiado por sua torcida, o América-MG começou o jogo pressionando os visitantes. Com apenas 1 minuto de jogo, Willians abriu o placar depois de receber um cruzamento de Renan Oliveira. O Vasco, que iniciou a partida muito lento, acordou e foi em busca da reação. Aos 13, o zagueiro Douglas Silva pegou uma sobra na área e cabeceou para empatar. O time carioca seguiu pressionando e a virada veio 10 minutos depois, com Thalles.

Velho conhecido dos vascaínos, o atacante Obina - que já defendeu o rival Flamengo - passou a chamar a responsabilidade. Após receber um ótimo cruzamento, ele ganhou na corrida de dois defensores, driblou o goleiro Diogo Silva, que se precipitou ao sair da área, e chutou para igualar o resultado. Em seguida, o atacante teve oportunidade de virar para o América-MG, mas foi bloqueado em tempo pela defesa vascaína.

Os dois times voltaram do intervalo sem a mesma intensidade anterior. O Vasco era quem tomava mais iniciativa. Em dia inspirado, Douglas distribuía bons passes e deixou Thalles e Rafael Silva em condição de marcar, mas faltava eficiência aos atacantes.

Então, coube ao zagueiro Rodrigo o gol da vitória. Em falta de média distância, aos 35 minutos, o jogador soltou um torpedo e Fernando Leal acabou espalmando para dentro da rede. O América-MG não conseguiu reagir e acabou derrotado.

OUTROS JOGOS
Depois de sofrer duas derrotas seguidas, o ABC conseguiu a sua reabilitação ao bater o Santa Cruz por 2 a 1, neste sábado, na Arena das Dunas, em Natal. Esta rodada abriu o returno e deixou o time potiguar com 27 pontos, em 11.º lugar, esquecendo as derrotas para Vila Nova e Bragantino. Do outro lado, o clube pernambucano perdeu cinco jogos de invencibilidade, continuando com 27 pontos, em 12.º. Perde a posição para o rival pelo número de vitórias: 8 a 6.

O Avaí perdeu a chance neste sábado de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. O time catarinense, que adotou a lei do silêncio por conta de salários atrasados, focou apenas na partida, lutou, mas não saiu de um empate por 0 a 0 diante do América-RN, em pleno estádio da Ressacada, em Florianópolis.

O Náutico ficou apenas no empate por 0 a 0 com o Bragantino, neste sábado, na Arena Pernambuco, no Recife. O jogo foi marcado pelo forte poder de marcação das duas equipes e da pouca criação em razão de falta de meias com habilidade. Poucas chances foram criadas e nas que aconteceram, apenas uma para cada lado, os goleiros trabalharam e evitaram o pior.

Acabou a sequência de quatro tropeços seguidos do Luverdense no Campeonato Brasileiro da Série B. o time de Lucas do Rio Verde derrotou o lanterna Vila Nova, por 2 a 0, e voltou a encostar no G-4. A partida foi realizada no Estádio Passo das Emas.

O Oeste provou, mais uma vez, que atuando em casa, é bem mais forte. Mesmo diante do Ceará, um adversário que luta pelo acesso, o time paulista venceu o jogo da noite deste sábado, por 3 a 1, no Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP). O resultado tira o clube paulista da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 x 3 VASCO

AMÉRICA-MG - Fernando Leal; Pablo, Adalberto, André e Gilson: Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Doriva (Raul) e Renan Oliveira (Patrick); Willians e Obina (Junior Negão). Técnico: Moacir Junior.

VASCO - Diogo Silva; Diego Renan, Douglas Silva, Rodrigo, Lorran; Guiñazu, Aranda, PedroKen (Rafael Vaz) e Douglas (Dakson); Maxi Rodriguez (Rafael Silva) e Thalles. Técnico: Jorge Luiz (interino).

GOLS - Willians, a 1, Douglas Silva, aos 13, Thalles, aos 23, e Obina, aos 41 minutos do primeiro tempo; Rodrigo, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Andrei Girotto (América-MG); Aranda, Guiñazu, Thalles e Diego Renan (Vasco).

ÁRBITRO - Alinor Silva da Paixão (MT).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Mais conteúdo sobre:
futebol Série B América-MG Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.